Uma jovem de 19 anos foi encontrada morta no povoado Cajueiro, município de Maracaçumé, após ingerir substância desconhecida. De acordo com a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), Leidiane Ferreira Barros Nascimento teria sido levada a uma seita de magia negra e, ao ingerir a substância, começou a espumar pela boca. Celso de Sousa Moraes, Helda Ilza Souza Moraes, Linete Souza de Moraes e Aldeilma Moraes de Lima foram presos no local.