O jovem Irlano Cunha Alcântara, de 19 anos, foi agredido na madrugada de ontem, a socos e pontapés, além de ter sido atingido com vários golpes de chuços, na área do Parque Independência, onde está sendo realizada a 52ª Exposição Agropecuária do Maranhão (Expoema). Segundo informações de familiares da vítima, o autor era desconhecido e estava na companhia de outras 20 pessoas. Irlano, que residia na rua 19, n° 20, no Sol e Mar, foi levado para o Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II), mas não resistiu aos ferimentos e faleceu por volta de 6h.

Segundo um irmão de Irlano, Valdeni Cunha Alcântara, eles estavam em grupo de cinco pessoas, entre irmãos, primos e amigos e foram para a Expoema assistir ao show da Banda Forró Sacode, quando de repente seu irmão foi agredido com um soco na boca e acabou indo ao chão. “Ficamos sem entender nada, pois meu irmão sempre foi tranqüilo, nunca se envolveu em confusões, não possuía rixas com ninguém e foi brutalmente espancado. Eles eram muitos e partiram todos para cima da gente, mas só Irlano foi golpeado com o chuço”, disse ele.

Falta de segurança – O estudante afirmou que um evento da grandiosidade da Expoema não poderia ficar sem o serviço de revista na entrada do público. “Ninguém era revistado. Vimos várias pessoas entrarem com bebidas, sem contar o que não poderia ser visto a olho nu. Afinal ninguém era abordado na entrada. Quando fomos agredidos estávamos perto do palco e nenhum policial ou ambulância apareceu para nos dar suporte. Até o cantor alertou a segurança pelo microfone mas parece que ninguém deu muita importância para o fato, pois transportamos meu irmão em um carrinho de mão, até uma viatura da Companhia de Policiamento Rodoviário (CPRv). Até o posto médico existente no Parque estava fechado”, declarou Valdeni Alcântara.

Os pais da vítima registram a ocorrência no Plantão da Cidade Operária e os amigos e primos de Irlano informaram na delegacia que não conheciam os agressores, mas teriam condições de identificá-los. Valdeni revelou que o homem que desferiu os golpes de chuço contra seu irmão, usava um cabelo verde, estilo punk. O sepultamento do jovem será às 16h de hoje, no Cemitério Jardim da Paz, na Estrada de Ribamar. Apesar de inúmeras tentativas não foi possível contactar com nenhum responsável da empresa contratada para realizar a segurança da Expoema.