ATENÇÃO A edição impressa do Jornal Pequeno no portal é exclusiva para assinantes.
Você pode realizar o seu cadastro acessando este formulário e obter acesso gratuito.

O investigador da Polícia Civil Nilson Fonseca de Santana, de 52 anos, foi morto na noite de terça-feira (23), por volta das 22h, com dois tiros na cabeça, ao tentar impedir um assalto. De acordo com a polícia, Nilson Santana estava no Bar da “Maria Loura”, no Bairro da Cohab, quando uma dupla entrou no estabelecimento anunciando o assalto, ocasião em que o policial civil reagiu e um dos acusados efetuou os disparos contra a cabeça dele.