Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

TCU comprova repasses ilegais de entidades ao MST

De R$ 8,2 milhões em verbas da Educação, repassados em 2003 e 2004 à Anca (Associação Nacional de Cooperação Agrícola), R$ 7,3 milhões (90%) foram distribuídos às secretarias regionais do MST em 23 Estados, diz o Tribunal de Contas da União, baseado na contabilidade das entidades. O movimento não existe como empresa e, portanto, não pode receber dinheiro público.

Carregando