Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sema apreende mais um carregamento ilegal de madeira

Mais um caminhão transportando carregamento ilegal de madeira foi apreendido, na manhã desta sexta-feira (13), pelos fiscais do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), ligado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

Mais um caminhão transportando carregamento ilegal de madeira foi apreendido, na manhã desta sexta-feira (13), pelos fiscais do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), ligado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). O caminhão foi apreendido nas proximidades da Ponte Bandeira Tribuzzi, em São Luís, no momento em que conduzia a carga.

 
O caminhão da marca Mercedes Bens, de placa HOO4649, transportava ilegalmente seis metros cúbico de tábua. Segundo o sargento Mesquita, que comandou a operação, o produto apreendido não possuía nota fiscal, nem Guia Florestal (GF), documento indispensável para comprovação da origem do carregamento e que autoriza o transporte.
 
O motorista que transportava a madeira, Raimundo Nonato Gomes dos Santos, informou no momento da abordagem, que se tratava de uma carga particular, a qual levaria a uma residência da Cidade Operária. “Em todo transporte de madeira, a pessoa tem de portar nota fiscal e GF do produto, e o motorista envolvido não apresentou nenhum dos documentos exigidos”, afirmou sargento Mesquita.
 
A carga foi recolhida ao pátio da Sema, onde está sendo lavrado e auto de infração para ser encaminhado, posteriormente, à Delegacia de Meio Ambiente.
 
Esta é a terceira carga apreendida pela Secretaria de Meio Ambiente, em uma semana. No último dia 5, os agentes do Batalhão de Policiamento Ambiental apreenderam dois caminhões que transportavam de forma irregular 32 metros cúbicos de madeira serrada, proveniente da região do Encruzo. A apreensão foi feita na Ponta de Espera do Ferry Boat.
 
As apreensões são resultado do trabalho desenvolvido pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente para intensificar as ações de fiscalização e coibir a prática ilegal, em todo o Estado.
 
A titular da Sema, Telma Thomé Travincas, informou que as operações para fiscalizar a prática vão continuar num grau ainda maior. “O desmatamento é uma das principais causas de desequilíbrio do meio ambiente e o comércio ilegal de madeira contribui fortemente para a destruição de nossas florestas”, frisou a secretária.
 
Nos últimos 10 meses, foram apreendidos, no Maranhão, por transporte irregular de madeira, 22 caminhões, 499 metros cúbicos de madeira e 122 metros cúbicos de carvão. Os responsáveis foram autuados e multados. Toda a madeira apreendida é doada para instituições de caridade, clube de mães, associações e prefeituras do interior do Estado. (Com informações do Portal do governo do Estado)
Carregando