Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Tribunal de Contas condena ex-gestores a devolver recursos

O Tribunal de Contas do Estado condenou o ex-prefeito de Axixá, José Pedro Ferreira Reis, a devolver R$ 340 mil ao erário do município, e ao pagamento de multas no total de R$ 134 mil.

O Tribunal de Contas do Estado condenou o ex-prefeito de Axixá, José Pedro Ferreira Reis, a devolver R$ 340 mil ao erário do município, e ao pagamento de multas no total de R$ 134 mil. A decisão foi tomada na sessão plenária do TCE realizada ontem (25), quando foram rejeitadas as contas do ex-prefeito relativas ao exercício de 2004. As principais irregularidades detectadas dizem respeito a despesas sem comprovação e licitações irregulares. O gestor pode recorrer da decisão.
 
Na mesma sessão foram desaprovadas as contas de Antonio Gildan Medeiros (Buriticupu, 2003), Antonio Sampaio Rodrigues da Costa (Matões de Norte, 2006, com aprovação com ressalvas das contas de gestão e aprovação plena das contas do Fundo Municipal de Saúde), Eduardo Miranda Ribeiro (Brejo de Areia, 2006, com débito de R$ 51,8 mil e multas no total de R$ 20,8 mil).
 
Foram aprovadas com ressalvas as contas de Creuza da Silva Braga Queiroz (Luis Domingues, 2006, com multas no total de R$ 13,5 mil) e João Santos Braga (Riachão, 2005, com débito de R$ 155 mil e multas no total de R$ 17 mil)
 
Câmaras

O ex-presidente da Câmara Municipal de São João do Sóter, Raimundo Ferreira da Silva, foi condenado pelo TCE a devolver aos cofres do município a quantia de R$ 112 mil, além do pagamento de multas no total de R$ 41 mil.
 
A condenação decorre do julgamento irregular das contas do gestor relativas ao exercício de 2005, na qual foram detectados inúmeros gastos sem comprovação, entre outras irregularidades. Cabe recurso da decisão.
 
Entre as Câmaras Municipais, o tribunal também julgou irregulares as contas de R$ José Ribamar Martins Bordalo (Peri Mirim, 2005, com débito de R$ 99,6 mil e multas no total de R$ 45,8 mil), Benedito de Jesus Ferreira Carvalho (Icatu, 2006, com débito de R$ 78,5 mil e multas no total de R$ 44,4 mil), José de Ribamar Amorim da Silva (Viana, 2006, com débito de R$ 54,2 mil e multas no total de R$ 90,8 mil) e Edvaldo Carneiro Carlota (Lagoa Grande do Maranhão, 2006, com débito de R$ 7,9 mil e multas no total de R$ 12 mil). (Informações do Tribunal de Contas do Estado)

Carregando