Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Governador participa do início das obras da Termelétrica Porto do Itaqui

O governador Jackson Lago participou, na manhã deste sábado (28) da cerimônia de lançamento da pedra fundamental da Usina Termelétrica Porto do Itaqui, da empresa MPX, localizada na área do Distrito Industrial de São Luís.

O governador Jackson Lago participou, na manhã deste sábado (28) da cerimônia de lançamento da pedra fundamental da Usina Termelétrica Porto do Itaqui, da empresa MPX, localizada na área do Distrito Industrial de São Luís. Durante a solenidade, o diretor-presidente da UTE Porto do Itaqui, Marcus Temke, destacou a importância do início das obras da usina termelétrica, que terá capacidade de geração de 360 megawats, com investimentos previstos em R$ 1,5 bilhão.
 
De acordo com Marcus Temke, a energia da termelétrica será produzida à base de carvão mineral, com uso de tecnologia de ponta nos sistemas de operação e controle ambiental, garantindo assim o padrão de emissões similares às usinas que operam na Europa.  “Esta obra que iniciamos agora aqui vai gerar cerca de 1.500 empregos diretos e cerca de 3 mil empregos indiretos”, assegurou Marcus Temke.
 
Ele e o governador Jackson Lago descerraram a placa da pedra fundamental da obra, ao lado de outros dirigentes da UTE Porto do Itaqui, entre os quais Pedro Litzek (diretor técnico), Orlando Ribas (gerente institucional) e Bruno Moreira (gerente geral de implantação da UTE Porto do Itaqui. Marcus Temke frisou em seu discurso que esta usina termelétrica será mais um empreendimento da MPX Energia, uma empresa brasileira de geração de energia presente em várias cidades do Brasil e em países da América Latina. Marcus Temke enfatizou que a UTE Porto do Itaqui integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. O início de operação da usina está previsto para janeiro de 2012.
       
Após o lançamento da pedra fundamental da obra, o governador Jackson Lago acompanhou também os diretores da MPX no ato de entrega de 96 casas da Vila Residencial Nova Canaã, no município de Paço do Lumiar, a famílias que foram transferidas da Vila Madureira, na área Itaqui-Bacanga.  Os dirigentes do projeto explicaram que a Vila Nova Canaã é destinada às famílias que ocupavam a área onde está sendo construído o empreendimento da MPX. A 30 quilômetros do centro de São Luís, a Vila Nova Canaã foi escolhida pelas próprias famílias de Vila Madureira. 
       
Famílias que viviam em casas de taipa, sem infraestrutura e saneamento básico, receberam casas projetadas com dois quartos, banheiro, cozinha, lavanderia e quintal. As casas estão equipadas com fogão, geladeira, liquidificador, aparelho de TV e computador.
       
Mostrando-se impressionado com a concretização da fase inicial do empreendimento, o governador Jackson Lago fez elogios aos dirigentes da MPX e declarou que, pela primeira vez, uma empresa se instala no Maranhão e dá um exemplo de responsabilidade social. “Esta cerimônia, com a inauguração desta Vila Residencial, representa um momento novo na vida do nosso Estado”, declarou Jackson Lago, ao lado da prefeita de Paço do Lumiar, Bia Venâncio, dos secretários de estado Júlio Noronha (Indústria e Comércio) e Wilson Carvalho (Articulação Política), além de representantes da comunidade.
       
Marcus Temke disse que, além das casas com a escritura pública, a MPX está entregando aos moradores da Vila Canaã escola, feira, centro comunitário e praça. Os moradores da Vila contarão ainda com acompanhamento social e orientação agrícola por três anos.
       
O secretário Júlio Noronha destacou a importância da parceria do Governo do Estado com a MPX, frisando que se trata de um empreendimento fundamentado em práticas modernas de desenvolvimento econômico, sustentabilidade e respeito à comunidade onde se instala. (Da Secom / Governo do Estado)

Carregando