Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Saúde e instituições renovam compromisso no enfrentamento de beribéri

Três anos depois da assinatura do primeiro Protocolo de Intenções para controle da síndrome neurológica do beribéri no estado, o Governo do Maranhão reúne na próxima segunda-feira (6) as instituições e órgãos envolvidos na articulação para renovar o compromisso no enfrentamento da doença causada pela carência de vitamina B1.

Três anos depois da assinatura do primeiro Protocolo de Intenções para controle da síndrome neurológica do beribéri no estado, o Governo do Maranhão reúne na próxima segunda-feira (6) as instituições e órgãos envolvidos na articulação para renovar o compromisso no enfrentamento da doença causada pela carência de vitamina B1. A programação tem prosseguimento nos dias 7 e 8, com a realização da Capacitação para Enfrentamento de Beribéri.
 
A solenidade de assinatura do documento acontece nesta segunda-feira (6), a partir das 9h, no auditório da Faculdade Santa Terezinha (FEST), no município de Imperatriz, durante o Seminário de Avaliação e Perspectiva para o Enfrentamento da Síndrome Neurológica Beribéri no Maranhão. O evento é coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) em parceria com o Ministério da Saúde e o Instituto de Desenvolvimento Social do Maranhão (Idesma).
 
Foram convidados prefeitos e secretários municipais de saúde e gestores regionais de Imperatriz, Açailândia, Santa Inês e Barra do Corda – que reúnem quase a totalidade dos casos de beribéri no estado – bem como os representantes dos órgãos estaduais e federais integrantes do Protocolo de Intenções, entre eles, a Embrapa, os Ministérios Públicos Estadual e Federal, Ministérios do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, de Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, Anvisa, Sistema de Agricultura do Maranhão, Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Sedes), Conab e Consea.
 
Participarão ainda os gestores das regionais de Balsas, Bacabal e Zé Doca, que ano passado, notificaram casos esporádicos. Os coordenadores das Vigilâncias Epidemiológica e Sanitária, da Atenção Básica e profissionais das equipes da Estratégia Saúde da Família dos municípios de abrangência do Plano Estadual de Enfrentamento do Beribéri também foram chamados para o encontro.      
 
Segundo a programação, depois da abertura do Seminário, o secretário Edmundo Costa Gomes avaliará o Protocolo de Intenções de 2006 e ainda falará sobre perspectivas para o novo documento. O gestor estadual fará a exposição dos itens enumerados na pactuação, entre eles, a distribuição de tiamina (vitamina B1) e monitoramento dos pacientes; o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN), a implantação do Comitê de Investigação de Óbitos por Beribéri; e a implantação da Ficha de Notificação.
 
Para Edmundo Gomes, muito tem sido feito nos últimos três anos, que resultaram na redução gradativa dos casos de beribéri e na ausência de óbitos. Dados parciais da SES mostram que ano passado 221 pessoas foram acometidas pela doença, contra 551 casos de 2007. (Da Secom / Governo do Estado)

Carregando