Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Ataques no Iraque matam mais de 50; maioria são mulheres e crianças

Dois ataques suicidas ocorridos nesta quinta-feira, em Bagdá, capital do Iraque, mataram mais de 50 pessoas.

Dois ataques suicidas ocorridos nesta quinta-feira, em Bagdá, capital do Iraque, mataram mais de 50 pessoas. No primeiro, em um centro de distribuição de mantimentos, ao menos 22 pessoas morreram e 35 foram feridas. Mulheres e crianças estavam entre a maioria das vítimas, segundo as autoridades.

A agência de notícias Reuters afirma que 28 morreram e a suspeita é que o atentado tenha sido organizado por membros da organização terrorista da Al Qaeda.

No segundo ataque, 32 pessoas morreram ao norte de Bagdá, em uma localidade próxima a Muqdadiya, a 80 quilômetros da Província de Diyala. Segundo as autoridades, um homem suicida explodiu dentro de um restaurante. A maioria dos mortos eram turistas iraquianos que visitavam localidades xiitas. Ao todo, 63 pessoas foram feridas.

A violência no Iraque continua uma realidade diária, embora os números de vítimas tenham reduzido drasticamente nos últimos meses com o reforço das tropas americanas e o cessar-fogo declarado pelo principal líder da milícia xiita, o clérigo Muqtada al Sadr, em agosto de 2007.

A queda na violência é resultado ainda do fato de muitos bairros em que conviviam sunitas e xiitas terem se tornado redutos de uma das facções, diminuindo o convívio e os enfrentamentos.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou recentemente que vai encerrar a Guerra do Iraque com a retirada dos soldados americanos até o fim de 2011. (Da Folha Online)

Carregando