Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Cheia do Itapecuru deixa desabrigados em Cantanhede

A cheia do rio Itapecuru deixou cerca de 500 pessoas desabrigadas no município de Cantanhede (distante 158 km de São Luís). O prefeito José Martinho decretou estado de calamidade pública.

A cheia do rio Itapecuru deixou cerca de 500 pessoas desabrigadas no município de Cantanhede (distante 158 km de São Luís). O prefeito José Martinho (DEM) decretou estado de calamidade pública no município.

Foto: Divulgação

Cheia do Rio Itapecuru deixa desabrigados em Cantanhede

Nas últimas horas, várias famílias deixaram suas casas e recorreram à casa de parentes e amigos, além de abrigos improvisados como o Centro Paroquial da cidade.

Foto: Divulgação

Moradores tiveram que deixar as casas em Cantanhede

A chuva causa estragos ainda em estradas da zona rural, que estão impossibilitadas do tráfego de motos e carros, o que deixa parte da  população sem acesso à sede do município. Algumas pontes foram cobertas pelas águas.

SEM ÁGUA

Devido à enchente do Rio Itapecuru, a Estação de Captação da Caema (Companhia de Águas e Esgotos do Estado do Maranhão) foi destruída e as cidades de Cantanhede, Matões do Norte e Miranda do Norte estão sem o fornecimento de água. A Caema ainda não deu previsão para o retorno do abastecimento de água nos três municípios.

O excesso de chuva tem elevado o número de interrupções no fornecimento de energia elétrica. As áreas mais atingidas são O Centro da Cidade: rua 1º de Maio; Vila Cabeção, Vila Monteiro, Caixa D’água, Ingá, Trizidela; Povoados: Vila Nova, Candiba, Garrafinha, Pataqueira, Fumaça, São Domingos, Pitomba I, Pitomba II, Cachoeira, Santa Luzia, Cachimbos, Peritoró, Galvão, São Patrício, Bom Gosto, Marajá e Mangueirão. Toda esta região encontra-se às margens do Rio Itapecuru, tanto na Sede do município, quanto na Zona Rural.
 

ENCHENTES

O município de Cantanhede tem no seu histórico grandes enchentes provocadas pelo Rio Itapecuru, como as dos anos de 1924, 1934, 1974 e 1986.

O Rio Itapecuru e cinco afluentes que ficam no município de Cantanhede: Rio Peritoró, Rio Jundiaí e os igarapés dos Cachimbos, dos Lopes e Garrafinha contribuem para as grandes inundações deixando muitas famílias desabrigadas. (Do JP Online)

Carregando