Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Prefeitura repara trechos danificados da avenida dos Africanos e do Cohajap

Na tarde desta quarta-feira (27), a Prefeitura de São Luís priorizou a recuperação de trechos danificados nas avenidas de intenso fluxo de carros pequenos e corredores de ônibus coletivo, como as avenidas dos Africanos, Principal, de acesso ao bairro Cohajap, e a dos Franceses, além de outras vias.

Na tarde desta quarta-feira (27), a Prefeitura de São Luís priorizou a recuperação de trechos danificados nas avenidas de intenso fluxo de carros pequenos e corredores de ônibus coletivo, como as avenidas dos Africanos, Principal, de acesso ao bairro Cohajap, e a dos Franceses, além de outras vias. Equipes se revezam em vários pontos da cidade e já alcançaram um total de mais de 100 bairros.
 
A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) está ampliando as equipes de trabalho da "Operação São Luís Trafegável" para intensificar os serviços de melhoria das condições da malha viária das ruas e avenidas de São Luís, extremamente danificadas pelas fortes chuvas.

Nas ações, a Semosp utiliza três caçambas truck, quatro pás mecânicas, carregadeira e quatro carros compactadores a fim de melhorar a passagem dos veículos nas artérias.
 
Além dos serviços de restauração de trechos precários, a Semosp mantém equipes da Prefeitura em ações extras de limpeza no canal do Tropical Shopping, no Renascença, e na avenida Amália Saldanha, no bairro do Coroadinho.

Ações de raspagem, regularização e colocação de piçarra também estão acontecendo em alguns pontos críticos de trafegabilidade, como a estrada adjacente à Faculdade Atenas Maranhense (Fama), no Turu, e a de acesso ao Povoado Arraial, na zona rural de São Luís.
 
Diariamente, as equipes são deslocadas para áreas consideradas críticas, antecipadamente avaliadas por técnicos da Secretaria de Obras, para fazer a aplicação da massa asfáltica de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) sobre uma base de pedra, areia e brita, colocada nos buracos e nas fissuras constatadas na malha viária. “Como essas avenidas não dispõem de um sistema adequado de drenagem, é importante que esses diagnósticos sejam realizados”, explicou o secretário da Semosp, Cláudio de Carvalho. (Do Portal Prefeitura de São Luís)

Carregando