Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Thiago supera batalha contra ex-top 20 e vence pela 1ª vez em Wimbledon

O brasileiro Thiago Alves conquistou nesta terça-feira sua primeira vitória na chave principal de Wimbledon. Após maratona de 2h20, o tenista de São José do Rio Preto derrotou o romeno Andrei Pavel por 3 sets a 2, parciais de 6/3, 2/6, 6/1, 2/6 e 6/1, para avançar à segunda rodada do tradicional Grand Slam britânico. Ele agora enfrenta quem passar do embate entre o francês Gilles Simon, cabeça-de-chave 8, e o norte-americano Bobby Reynolds.

O brasileiro Thiago Alves conquistou nesta terça-feira sua primeira vitória na chave principal de Wimbledon. Após maratona de 2h20, o tenista de São José do Rio Preto derrotou o romeno Andrei Pavel por 3 sets a 2, parciais de 6/3, 2/6, 6/1, 2/6 e 6/1, para avançar à segunda rodada do tradicional Grand Slam britânico. Ele agora enfrenta quem passar do embate entre o francês Gilles Simon, cabeça-de-chave 8, e o norte-americano Bobby Reynolds.

Thiago Alves demonstrou estar mesmo em boa forma e com a sorte ao seu lado. Após entrar no torneio na condição de lucky-loser, contando com a desistência do espanhol Rafael Nadal, o atual 118º melhor do mundo pegou um adversário já em fim de carreira na estreia. Pavel, aos 35 anos, jogou com ranking protegido, após sofrer uma série de lesões. O romeno chegou a ser o 18º da ATP, mas atualmente amarga apenas o 907º posto.

O paulista dava mostras de que venceria o veterano com tranquilidade, mas o romeno endureceu a partida com o seu bom repertório de golpes, com subidas frequentes à rede. Porém, na parcial decisiva, o brasileiro não deu chances a Pavel e abriu a confortável vantagem de 4/0, para depois apenas administrar a vitória, fechando em grande estilo,com mais uma quebra de saque.

A chave para a vitória do brasileiro foi sua maior regularidade. Alves cometeu apenas 23 erros não-forçados, contra 39 de Pavel. Ele ainda sacou bem, com 70% de aproveitamento ao conseguir jogar com o primeiro serviço. Sempre pressionando o oponente europeu, o paulista concretizou sete chances de quebra em 16 que teve à disposição, e perdeu o saque por quatro vezes em oito.

Com o resultado, Alves já soma 59 pontos e fica próximo de voltar ao grupo dos 100 melhores do ranking – foi o 95º da ATP há três anos. Ele sobe cerca de dez posições e entra na briga com o gaúcho Marcos Daniel na batalha pela condição de tenista número 1 do País. O paulista, entretanto, defende 44 pontos em julho e não pode vacilar.

A vitória em Londres foi a terceira de Thiago Alves válida por um evento de Grand Slam. Em 2006, o paulista entrou direto no US Open, eliminou o argentino Mariano Zabaleta e acabou eliminado pelo espanhol Fernando Verdasco. Já no ano passado, ele furou o quali em Nova York, bateu o chileno Paul Capdeville na primeira rodada e depois caiu diante do suíço Roger Federer, eventual campeão. Nesta temporada, o atleta de 27 anos fez semifinais nos challengers de Johanesburgo e Rhodes e também jogou Roland Garros, depois de entrar como lucky-loser e cair na estreia. (Do Tênis Brasil)

Carregando