Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

EUA quebram invencibilidade de 35 jogos da Espanha e vão à final na África

A seleção dos Estados Unidos de futebol quebrou nesta quarta-feira uma invencibilidade de 35 jogos da seleção espanhola ao vencer a rival por 2 a 0, na cidade sul-africana de Bloemfontein, e avançou à decisão da Copa das Confederações.

A seleção dos Estados Unidos de futebol quebrou nesta quarta-feira uma invencibilidade de 35 jogos da seleção espanhola ao vencer a rival por 2 a 0, na cidade sul-africana de Bloemfontein, e avançou à decisão da Copa das Confederações.

Os norte-americanos vão enfrentar na decisão, marcada para domingo, o vencedor do confronto entre Brasil e África do Sul, que será realizado nesta quinta, em Johannesburgo, às 15h30 (horário de Brasília).

No sábado, ao derrotar a África do Sul por 2 a 0, a seleção espanhola, atual campeã europeia e líder do ranking da Fifa, igualou o recorde histórico de 35 jogos sem perder da seleção brasileira. A derrota anterior foi em novembro de 2006, quando caiu por 1 a 0 em amistoso contra a Romênia.

Apesar do favoritismo espanhol, os EUA complicaram a situação do adversário já nos minutos iniciais. Aos 7min, o atacante Davies tentou uma bicicleta, que foi para fora.

A Espanha tentava envolver o adversário na base do toque de bola com os meias Xavi, Fabregas e Riera. Aos 11min, o time europeu ameaçou numa finalização do atacante Fernando Torres, para fora.

A surpresa apareceu aos 26min, quando os norte-americanos abriram o placar. O atacante Altidore recebeu a bola de costas para o gol, conseguiu proteger da zaga e chutou para marcar.

Pouco antes do intervalo, a Espanha quase chegou ao empate. Fernando Torres fez ótima jogada pela direita e chutou rasteiro para boa defesa do goleiro Howard.

Em desvantagem, o time espanhol partiu para o ataque na etapa final e criou duas boas chances para marcar, mas parou nas defesas de Howard, que defendeu chutes de Riera, aos 2min, e de Villa, aos 7min.

A pressão continuou intensa, obrigando Howard a fazer novas defesas.

No entanto, num contra-ataque, aos 29min, o time norte-americano ampliou. O lateral Sergio Ramos não conseguiu cortar a bola e Dempsey aproveitou para empurrar para o gol.

No final, Bradley ainda foi expulso pelo lado norte-americano. (Da Folha Online)

Carregando