Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

China alerta cidadãos para possíveis ataques da Al Qaeda na Argélia

A China alertou nesta quarta-feira seus cidadãos sobre possíveis ataques da rede terrorista Al Qaeda na Argélia em resposta a repressão do governo chinês aos protestos de muçulmanos uigures, na província de Xinjiang.

A China alertou nesta quarta-feira seus cidadãos sobre possíveis ataques da rede terrorista Al Qaeda na Argélia em resposta a repressão do governo chinês aos protestos de muçulmanos uigures, na província de Xinjiang.

A embaixada chinesa na Argélia pediu aos cidadãos e organizações no país que tomem precauções e aumentem as medidas de segurança, "considerando a situação depois do incidente de 5 de julho em Urumqi", diz um comunicado no site da embaixada, se referindo aos protestos.

O aviso foi feito após um grupo ligado a rede terrorista Al Qaeda ameaçar atacar trabalhadores chineses no norte da África para vingar as vítimas da minoria muçulmana uigur que morreram durante os confrontos étnicos de Xinjiang.

"A China está recomendando para os chineses em viagem para prestar atenção a sua segurança e se protegerem. Nós tomaremos quaisquer medidas necessárias para proteger nossos cidadãos e organizações", disse o ministro das Relações Exteriores chinês, Qin gang, a repórteres.

"Acreditamos que a segurança aumentou muito no país e nós contaremos com suas forças de segurança para nos proteger", afirmou um diplomata chinês na embaixada da Argélia.

Nas Filipinas, onde o governo local luta contras insurgentes muçulmanos, as autoridades ordenaram um aumento na segurança em volta da embaixada chinesa e consulados.

"Havia informações de que terroristas locais associados a terroristas chineses estão planejando ataques a embaixadas chinesas em vários países", disse Andres Caro, chefe da policia nacional filipina. (Da Folha Online)

Carregando