Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia confirma morte dos 168 a bordo de avião que caiu no Irã

A polícia iraniana confirmou nesta quarta-feira a morte dos 168 ocupantes do avião Tupolev, da companhia iraniana Caspian Airlines, que caiu nesta madrugada minutos após decolar de Teerã com destino a Ierevan, capital da Armênia.

A polícia iraniana confirmou nesta quarta-feira a morte dos 168 ocupantes do avião Tupolev, da companhia iraniana Caspian Airlines, que caiu nesta madrugada minutos após decolar de Teerã com destino a Ierevan, capital da Armênia.

"No avião, viajavam 153 passageiros e 15 membros da tripulação. Todos morreram", afirmou o comandante Massoud Jafari Nasab, chefe da Polícia de Qazvin, cidade próxima ao local do acidente, citado pela agência Efe.

A informação foi confirmada também por Mohammad Reza Mointazer Jorassan, chefe do centro de gestão de catástrofes do Ministério iraniano da Saúde. "Todas as pessoas a bordo do avião que caiu na região de Qazvin morreram", afirmou, citado pela agência France Presse.

A aeronave, um Tupolev de fabricação russa operado pela companhia Caspian Airlines, caiu por volta das 11h30 (4h30 no horário de Brasília), aproximadamente 16 minutos após decolar do aeroporto internacional da capital iraniana.

As causas da tragédia ainda não foram determinadas, mas uma autoridade provincial afirma que a queda pode ter sido causada por uma falha técnica.

As autoridades também não divulgaram a nacionalidade dos passageiros, mas uma representante da Caspian Airlines afirmou à agência Associated Press que a maioria dos passageiros eram armênios, além de alguns cidadãos da Geórgia e de outras nacionalidades. A funcionária falou em condição de anonimato porque não tinha autorização para falar com a imprensa.

Destroços

"O avião ficou destruído. Vários pedaços ficaram espalhados nos arredores de Jannat-abad [localidade rural próxima a Qazvin]", disse o chefe dos bombeiros, Hussein Behzadpour, à agência oficial de notícias Irna.

Segundo a fonte, várias unidades do Corpo de Bombeiros chegaram ao local do acidente instantes depois de o aparelho ter perdido contato com a torre de controle e caído envolvido em chamas.

Uma emissora de TV local mostrou imagens do lugar em que o avião caiu. A polícia isolou a área, para onde diversas ambulâncias foram enviadas.

O porta-voz da agência iraniana de aviação civil, Reza Jafarzadeh, disse que a única informação sobre o acidente disponível até o momento é que "o voo 7908 sofreu problemas 16 minutos após decolar".

Segundo Sirous Saberi, uma autoridade provincial, o avião teve problemas técnicos e tentou fazer um pouso não programado. "Infelizmente, o avião pegou fogo no ar e bateu. Diferentes partes do avião podem ser vistas no chão", disse.

Histórico

A Caspian Airlines é uma companhia iraniana fundada em 1992 e que opera voos internacionais para países como Hungria, Emirados Árabes Unidos, Síria, Ucrânia, Armênia, Belarus e Turquia, assim como para as principais cidades iranianas.

O último acidente envolvendo um avião Tupolev ocorreu em 2006, segundo o site especializado Airdisaster.com. O acidente ocorreu em um voo da Iran Air Tours, na cidade de Bandar Abbas. A Aeronave bateu e pegou fogo na aterrissagem, deixando 29 dos 147 a bordo mortos.

Em fevereiro de 2002, um avião similar da companhia Iran Air Tours caiu entre Teerã e a cidade de Khorramabad, também no Irã, com 105 ocupantes. Em dezembro de 2005, 116 pessoas morreram após o choque de uma aeronave militar AC-130 Hercules que transportava passageiros civis em um edifício de dez andares nos arredores de Teerã.

Devido às sanções internacionais econômicas e financeiras sofridas pelo país, o Irã possui uma frota aérea bastante debilitada, com muitos aviões da época da ex-União Soviética ainda em operação. (Da Folha Online, com agências internacionais)

Carregando