Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Nordeste registra primeira morte por gripe suína; 46 morrem no Brasil

A direção do hospital Lauro Wanderley, em João Pessoa (PB), confirmou nesta terça-feira a primeira morte por gripe suína a chamada gripe A (H1N1)– no Nordeste. Trata-se da 46ª do país.

A direção do hospital Lauro Wanderley, em João Pessoa (PB), confirmou nesta terça-feira a primeira morte por gripe suína a chamada gripe A (H1N1)– no Nordeste. Trata-se da 46ª do país.

Segundo o hospital, a vítima é um homem. Antes de morrer ele sofreu duas paradas cardíacas graves.

A morte ainda não foi confirmada pelo Ministério da Saúde –que divulga boletim semanal sobre a doença.

A diretora da divisão infecto-contagiosas do hospital, Romilda Abreu Fernandes, informou que a vítima é um estudante de 31 anos e foi internado na última quarta-feira (22). Dois dias antes ele esteve em um congresso de estudantes em Brasília.

Fernandes não soube informar se ele é da UFPB (Universidade Federal da Paraíba), responsável pelo hospital.

O jovem já apresentava problemas respiratórios e já havia sido internado em outras oportunidades. O caso foi confirmado após exame realizado no Instituto Evandro Chagas. As pessoas que tiveram contato com o estudante estão sendo monitorada mas até agora não houve confirmação de outros casos, segundo a diretora. O Estado da Paraíba tem sete casos confirmados da doença.

Sintomas

A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório.

Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e parecem ter dado resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos). (Da Folha Online)

Carregando