Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

CPI da Pedofilia estará no MA em setembro, diz deputada

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Pedofilia estará no Maranhão em setembro. A confirmação foi feita na manhã de quinta-feira (6) pelo presidente da CPI no Senado Federal, Senador Magno Malta, durante o encontro com a presidente da Comissão de Infância, Juventude e Idoso da Assembleia Legislativa CIJI, deputada Eliziane Gama (PPS).

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Pedofilia estará no Maranhão em setembro. A confirmação foi feita na manhã de quinta-feira (6) pelo presidente da CPI no Senado Federal, Senador Magno Malta, durante o encontro com a presidente da Comissão de Infância, Juventude e Idoso da Assembleia Legislativa CIJI, deputada Eliziane Gama (PPS).

A parlamentar foi a Brasília para tratar dos detalhes de agenda para a vinda dos membros CPI ao Maranhão, e lá foi recebida pelo presidente e membros da Comissão. A deputada teve a oportunidade de acompanhar uma oitiva realizada pela CPI sobre o caso de abuso infantil em Catanduva, a 380 km de São Paulo.

Para o presidente da CPI da Pedofilia, Senador Magno Malta a vinda ao Maranhão é de grande relevância, principalmente pela valorização que o maranhense dá a este tipo de investigação. Quando falava sobre isto, o senador referia-se a manifestação pública em apoio a CPI de Crime Organizado. “Toda a vez que o povo do Maranhão cantava o hino nacional durante as oitivas da CPI do Crime Organizado sentíamos o quanto era necessário a realização do nosso trabalho e a punição dos culpados”, disse.

A previsão do senador é que casos emblemáticos como o do mecânico Francisco das Chagas Rodrigues de Brito, acusado de matar e emascular 41 crianças nos estados do Maranhão e Pará tenham desdobramentos. Já que ainda está preso no Pará um acusado, mesmo Chagas já tendo admitido todos os crimes.

Os membros da CPI estarão no Maranhão nos dias 10 e 11 de setembro realizando oitivas com depoentes listados pela Comissão de Infância, Juventude e Idoso da Assembleia Legislativa CIJI e o Ministério Público.

“Nós e o Ministério Público somos parceiros. Temos recebido inúmeras denúncias, na quarta-feira mesmo recebemos dois casos envolvendo crianças de quatro e cinco anos. Acredito que com a vinda da CPI teremos um resultado mais promissor na apuração destes casos e ao mesmo tempo será um inibidor para evitar outros casos”, afirmou deputada Eliziane Gama.

DENÚNCIAS

De acordo com a deputada Eliziane Gama, o número de denúncias recebidas pela Comissão de Infância, Juventude e Idoso da Assembleia Legislativa tem aumentado nos últimos dias, em muitos casos com envolvimento de pais biológicos, familiares, pessoas próximas e autoridades.

Dois destes casos de pedofilia foram denunciados na última quarta-feira(5) em Reunião Fechada entre a presidente da CIJI, deputada Eliziane Gama, o promotor Márcio Thadeu (1ª Promotoria de Defesa da Infância e Juventude) e o promotor Washington Luiz (15ª Promotoria Criminal Especializada em Crimes contra a Criança e o Adolescente).

Os casos de pedofilia envolvem profissionais liberais e crianças de 4 e 5 anos respectivamente. A intenção da parlamentar e dos promotores e demais organismos que lidam com a proteção infância é encaminhar para a devida apuração. (Da Agência Assembleia)

Carregando