Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Prefeito Madeira acompanha andamento de obras em Imperatriz

O prefeito Sebastião Madeira (PSDB) acompanhou a obra de asfaltamento da Rua Euclides da Cunha, na Vila Nova há muito esperada pelos moradores daquele bairro.

O prefeito Sebastião Madeira (PSDB) acompanhou a obra de asfaltamento da Rua Euclides da Cunha, na Vila Nova há muito esperada pelos moradores daquele bairro. A rua faz a interligação de bairros importantes como Santa Lúcia, Vila Fiquene  e Airton Sena com o centro da cidade. O local estava intrafegável com verdadeiras crateras ao longo de pelo menos 500 metros.

O asfalto é a última etapa do serviço de recuperação daquele trecho que começou há  pelo menos um mês; antes, aquela via  passou por uma drenagem profunda.
Para uma obra duradoura e bem feita, segundo informa o secretário da infraestrutura era necessário fazer uma drenagem profunda até para evitar os alagamentos comuns, no período chuvoso e assim foi feito “ Essa foi a determinação do prefeito Madeira” informou o secretário da infraestrutura, Roberto Alencar.

No local foi feita uma galeria de 350 metros que  resolverá o problema de lançamento  esgoto e evitará que, no período chuvoso, as  residências sejam alagadas.
 
Projeto Grande Cafeteira

O prefeito Madeira e o secretário da infraestrutura Roberto Alencar visitaram ontem pela manhã as obras do Projeto Grande Cafeteira (PAC), onde homens e máquinas trabalham em ritmo acelerado. O  Grande Cafeteira  entre outras, receberá  obras de drenagem e pavimentação asfaltica o que vai mudar radicalmente seu  cenário urbanístico.

As ruas da  Cafeteira estão literalmente rasgadas para a sedimentação do serviço de drenagem que vai  canalizar  um dos braços do Riacho Capivara que no período chuvoso costuma transbordar e  alagar residências. “ Com essa obra a tendência é desse transtorno desaparecer” destacou o prefeito Sebastião Madeira. 

O prefeito disse que estar satisfeito com o ritmo das obras que  ganharam força   no mês de maio depois de alguns ajustes técnicos do projeto que conta com uma contrapartida de 10% do município. 

“Como gestor,  temos a obrigação de acompanhar o andamento das obras e, quando , necessário cobrar celeridade junto à empresa responsável. Pelo que estamos  percebendo in loco, a obra segue seu ritmo normal” destacou o prefeito. (Da Ascom / Prefeitura de Imperatriz)

Carregando