Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Estudantes protestam contra cerceamento de debate na UEMA

Estudantes do Centro Acadêmico de Agronomia e do Centro Acadêmico de Engenharia de Pesca da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) fecharam por uma hora na manhã desta terça-feira, 17, a porta da instituição.

Estudantes do Centro Acadêmico de Agronomia e do Centro Acadêmico de Engenharia de Pesca da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) fecharam por uma hora na manhã desta terça-feira, 17, a porta da instituição.

A atitude foi em protesto ao cerceamento do debate que seria realizado durante o Ciclo de Debates Sobre a Questão Agrária, organizado pelos estudantes dos dois cursos. A reunião teria o objetivo de discutir com os estudantes as questões referentes a agricultura e à pesca no estado.

A reunião estava certa para acontecer até a noite da segunda-feira, 17. Segundo informações repassadas pelos estudantes, a participação de Flávio Dino, que estava prevista na reunião, teria sido cerceada pela Universidade, sob pena de ser caracterizada como crime eleitoral, dando margem a processo.

Para Tatiana Pereira, estudante do curso de Engenharia de Pesca da Uema, não há, no caso, nenhuma forma de crime eleitoral, uma vez que se tratava de uma palestra e que não haveria na ocasião nenhuma atividade relacionada à campanha, como panfletagem ou bandeiraço, por exemplo.

“Os estudantes tem o direito de chamar quem eles quiserem para palestrar. O que aconteceu foi que a participação do Flávio Dino nesse debate foi cerceada, e com isso a discussão sobre os temas a que nos tínhamos proposto ficou prejudicada. Uma universidade que não debate não cumpre o seu papel”, disse Tatiana.

Carregando