Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Fla e Galo empatam sem gols no Maracanã

Resultado ruim aumenta a pressão nos treinadores

LANCEPRESS!

Quando se juntam em campo um dos piores ataques da competição contra um péssimo visitante é natural que o resultado seja o 0 a 0 sem graça visto nesta quinta-feira no Maracanã, quando o Flamengo recebeu o Atlético-MG pela 16º rodada do Campeonato Brasileiro. O empate ficou longe de empolgar as torcidas e deixou os técnicos das equipes ainda mais ameaçados de demissão. Vanderlei Luxemburgo e Rogério Lourenço terão de aturar uma grande pressão para continuarem em seus cargos.

Nem mesmo a estreia do atacante Diogo, que fez uma boa partida e só deixou o gramado no segundo tempo, fez com que o Flamengo conseguisse voltar a vencer. Com o resultado, o Rubro-Negro subiu uma posição, agora é o décimo. Já o Galo continuou na zona da degola, com 14 pontos ganhos.

Com apoio dos poucos torcedores que foram ao estádio, o time carioca tomou a iniciativa da partida e sempre pela direita era perigoso com as ultrapassagens de Léo Moura e as arrancadas de Willians. Pelo lado do Galo, a principal jogada de ataque acontecia com os bons contra-ataques armados por Serginho e Diego Souza.

Apesar de o bom primeiro tempo e de uma partida bem movimentada, a primeira chance de gol só saiu aos 17 minutos, quando Léo Moura invadiu a área e em vez de chutar tentou rolar a bola para o meio, desperdiçando uma boa chance de abrir o placar. Além da jogada do capitão rubro-negro, a outra grande chance do Flamengo saiu dos pés do estreante Diogo. O atacante, que fez uma boa partida, driblou três adversários e rolou para Leandro Amaral abrir o placar. O atacante porém, chutou fraco e Fabio Costa fez uma bela defesa com o pé direito.

A melhor oportunidade do Galo na primeira etapa aconteceu aos 36 minutos. Diego Souza fez ótima jogada pelo meio da defesa do Flamengo e achou Tardelli sozinho na área. O atacante bateu na saída de Lomba e a bola saiu rente à trave direita do goleiro.

Enquete O problema do Fla é Rogério Lourenço?

O segundo tempo começou um pouco mais movimentado do que o primeiro. Um pouco mais solto e explorando mais a boa noite de Diego Souza, que comandava praticamente todos os ataques do Galo, mas às vezes se escondia da partida, o Atlético-MG voltou do intervalo assustando o goleiro Marcelo Lomba. Logo aos 12 minutos, Eron apareceu bem no ataque e chutou cruzado, fazendo os torcedores do Fla prenderem a respiração.

Com o tempo, os passes errados e a péssima partida de Renato e Ricardinho fizeram com que o jogo fosse caindo de produção. Os dois times já não conseguiam assustar e nem mesmo as substituições de Luxemburgo e Rogério Lourenço fizeram o jogo recuperar o bom futebol visto nos 15 minutos do segundo tempo. Resultado disso, um 0 a 0 sem graça que deixou os dois treinadores ainda mais ameaçados.

Na próxima rodada, o Flamengo vai até o Brinco de Ouro enfrentar o Guarani. Já o Galo recebe o Palmeiras no Ipatingão.


FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 0 X 0 ATLÉTICO-MG

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 26/8/2010 – 21h (de Brasília)
Árbitro: Salvio Spinola Fagundes/SP (FIFA)
Auxiliares: Alessandro Alvaro Rocha de Mattos/BA (FIFA) e Carlos Berkenbrock/SC (FIFA)

FLAMENGO: Marcelo Lomba, Leonardo Moura, Jean, Ronaldo Angelim e Juan; Correa (Rafael Galherdo, 16'/2ºT), Willians, Petkovic e Renato (Vinícius Pacheco, 29'/2ºT); e Diogo (Val Baiano, 40'/2ºT) e Leandro Amaral. Técnico: Rogério Lourenço.

ATLÉTICO-MG: Fábio Costa, Réver, Lima (Carceres, 31'/1ºT) e Werley; Rafael Cruz, Jataí, Serginho, Ricardinho(Mendez, 26'/2ºT) e Eron (João Pedro, 20'/2ºT); Diego Souza e Diego Tardelli.Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
 

Carregando