Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Semus realiza ação para marcar Semana Municipal de Combate à Obesidade

A ação aconteceu na área destinada à atividade física, onde pessoas adeptas à caminhada costumam realizar aquecimentos e alongamentos antes e depois da prática esportiva.

Como parte da programação da Semana Municipal de Combate à Obesidade, de 11 a 15, e para marcar o Dia Nacional de Combate à Obesidade, comemorado nesta segunda-feira (11), a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) idealizou uma série de atividades para disseminar informações sobre esse mal que afeta o homem contemporâneo. A primeira ação foi realizada neste final de semana, na Avenida Litorânea.

A ação aconteceu na área destinada à atividade física, onde pessoas adeptas à caminhada costumam realizar aquecimentos e alongamentos antes e depois da prática esportiva. Na programação da Semus, crianças e adultos tiveram atenção especial na manhã deste sábado.

Na programação da Semus, crianças e adultos tiveram atenção especial. Equipes multiprofissionais formadas por médicos (nefrologista e endocrinologista), enfermeiros, nutricionistas, educadores físicos, técnicos de enfermagem, além de acadêmicos dos cursos de Nutrição, Enfermagem, Educação Física e Ligas de Endocrinologia e Saúde Pública realizaram serviços de aferição de pressão arterial, glicemia capilar, peso, altura, circunferência abdominal, Cálculo de Índice de Massa Corpórea (IMC), orientações nutricionais, atividade física, além de atendimento imediato com médicos especialistas, quando observadas alterações fisiológicas. Houve ainda orientações com prática de atividade física contra o sedentarismo.

As atividades visam principalmente conscientizar as pessoas a mudarem os hábitos alimentares. “A obesidade é considerada um grande problema de saúde pública e já é vista como a epidemia do terceiro milênio, sendo uma das principais causas da diabete, hipertensão arterial e colesterol alto. Mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo têm o IMC maior que 30, o que caracteriza obesidade tipo 1. Esse fator pode desencadear inúmeros problemas de saúde, incluindo diabetes tipo 2 e disfunções cardíacas”, alertou a coordenadora municipal de Saúde do Adulto, endocrinologista Fernanda Thomé.

Além da programação do final de semana, a Semus vai realizar ações, durante todo o mês de outubro, até o dia 14 de novembro, quando se comemora o Dia Mundial do Diabetes. As atividades irão acontecer nos Polos do Programa São Luís em Movimento e em todas as Unidades da Estratégia Saúde da Família (USF).

“A prática regular de atividade física, após avaliação por um profissional de saúde, assim como adotar uma alimentação saudável e evitar o consumo de álcool e tabagismo, certamente levarão a uma vida mais saudável. Atenção deve ser dada ao corpo, mas também à mente. Reservar tempo para lazer e ter cuidado de dormir pelo menos oito horas por noite é igualmente importante”, informou Fernanda Thomé.

Obesidade em crianças

Uma recente pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, demonstra que a obesidade aumentou nos brasileiros. Atualmente, 13% dos adultos são obesos e o índice é maior entre as mulheres (13,6%) do que entre os homens (12,4%). Crianças obesas geralmente serão adultos obesos.

É importante que a família inteira se integre juntamente com a criança, estimulando a prática de atividade física e aumentando o cuidado com a alimentação. A orientação de um nutricionista e do endocrinologista é importante, visto que se trata de uma fase de crescimento e os ajustes da dieta devem ser feitos de forma individualizada.

Importante, ainda, observar os aspectos psicológicos, as possíveis causas e situações as quais a criança e o adolescente obeso estão expostos para que sejam combatidas. “Vale lembrar que a obesidade não é culpa da criança. Há uma tendência genética, mas o meio influencia substancialmente. As crianças comem o que os pais compram”, alertou a endocrinologista Fernanda Thomé.

Carregando