Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

IML registra oito mortes violentas durante o final de semana na Ilha

Durante o último final de semana, da madrugada de sábado (28) até a noite de domingo (29), oito corpos deram entrada no Instituto Médico Legal (IML), vítimas de mortes violentas

POR GABRIELA SARAIVA

Durante o último final de semana, da madrugada de sábado (28) até a noite de domingo (29), oito corpos deram entrada no Instituto Médico Legal (IML), vítimas de mortes violentas. Deste total, sete foram homicídios e um foi em decorrência de um acidente de trânsito.

Por volta das 2h de sábado, deu entrada no IML o corpo de Inaldo Reis Santos, 27 anos. Ele foi vítima de dois tiros, na Rua Sabiá, do Parque Florença (São José de Ribamar), próximo ao Depósito Melo. Os disparos atingiram a região da cabeça e do joelho de Inaldo, que teria sido alvejado por três indivíduos, não identificados, que estavam em um carro preto.

Logo em seguida, às 5h, chegou ao IML o corpo de Emivaldo Frazão Martins, 38 anos. Ele foi morto por volta das 2h05 de sábado, na Vila Sete de Setembro, com várias perfurações de arma branca. Os golpes foram deferidos nas regiões da cabeça, costa e peito esquerdo. Emivaldo era morador da Rua São Judas Tadeu, n° 13, Cantinho do Céu.

Outro homicídio contabilizado foi o de John Carlos Martins Meneses, de 26 anos. Ele foi morto com vários tiros, por volta das 10h40 de sábado, na avenida principal do Bairro do Jardim América. Os autores do homicídio, identificados como “Gaspar” e “Rildo”, foram presos por uma guarnição da Polícia Militar, no momento em que tentavam fugir, numa Montana preta, de placa NWW-2166. John Carlos era morador da Unidade 105, Rua 08, casa 3, Cidade Olímpica.

Ainda na manhã de sábado, foi constatado o homicídio de Rômulo Castro de Souza, 22 anos. Ele foi morto com quatro tiros, na Rua Airton Senna, do Bairro do Brisa Mar, área da Vila Luisão, próximo a oficina mecânica do Luizinho, por volta das 13h. O corpo de Rômulo deu entrada no IML às 16h45. Ele era funcionário do IML, onde trabalhava no Serviço de Verificação de Óbito (SVO). Os autores do crime estavam em uma moto Honda vermelha, de placa MGM-0268 (Florianópolis/SC).

Procedente do Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), deu entrada no IML, às 2h de domingo, o corpo de Maria Lindinalva James Cantanhede, 48 anos. Ela foi vítima de golpe de arma branca e era moradora da Rua do Bacuri, n° 11, Estiva.

Por volta das 12h30 de domingo, Rafael Ribeiro Gomes, 22 anos, foi assassinado com dois disparos, efetuados por dois homens identificados como "Eduardo" e "Danilo", no interior de sua residência, localizada na Rua Colômbia, n° 12, Bairro da Divineia. A última morte contabilizado ocorreu por volta das 15h19, na Rua 1, da Vila Samara II (Estiva). Reginaldo Pereira Barros, 31 anos, foi encontrado morto, nas proximidades do cemitério, com as mãos amarradas para trás e preso numa árvore com um cinto envolto ao pescoço. Reginaldo era mototaxista e teria sido vítima de um assalto seguido de morte (latrocínio), tendo sido levada a moto dele, que era morador da avenida principal, casa 124 – Santa Bárbara.

Acidente fatal – Por volta das 20h47, um acidente grave ocorrido na Ponte Bandeira Tribuzi resultou na morte de Carlos Diniz Goular, 25 anos. A vítima conduzia um Corsa Classic bege, de placa HPV-3622, que colidiu com um microônibus da empresa Maranhense, linha São José de Ribamar/São Francisco, prefixo 38-531, placa JQZ-1109. A vítima teve morte instantânea.

Carregando