Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Viber é hackeado e invasores o acusam de espionagem

O Viber foi hackeado, aparentemente pelo Exército Eletrônico Sírio (SEA, na sigla em inglês), um grupo que apoia o presidente da Síria, Bashar al-Assad. A empresa confirmou o ataque e garantiu que nenhuma informação confidencial dos seus usuários foi comprometida. O grupo substituiu a página original de suporte do Viber por uma mensagem que acusa […]

O Viber foi hackeado, aparentemente pelo Exército Eletrônico Sírio (SEA, na sigla em inglês), um grupo que apoia o presidente da Síria, Bashar al-Assad. A empresa confirmou o ataque e garantiu que nenhuma informação confidencial dos seus usuários foi comprometida.

O grupo substituiu a página original de suporte do Viber por uma mensagem que acusa o aplicativo de espionagem. “Queridos usuários, o israelita Viber está espionando e rastreando você”, alerta a mensagem. “Não conseguimos hackear todos os sistemas do Viber, mas a maior parte dele é desenvolvida para monitorar e rastrear”, prossegue.

viber

A página ainda inclui uma screenshot para provar que os hackers, de fato, conseguiram invadir o banco de dados do Viber, além de números de telefone e nomes completos dos seus administradores.

Em tempos de escândalos envolvendo um esquema massivo de espionagem dos Estados Unidos com a colaboração de gigantes de tecnologia, não é difícil imaginar que um aplicativo de comunicação instantânea que está entre os mais usados no mundo todo também seja usado com esse propósito.

O Viber, porém, desmente. “O Viber, como outras companhias como a Microsoft, Cisco, Google e Intel, mantém um centro de desenvolvimento em Israel. Parece que isso fez com que algumas pessoas criassem algumas teorias da conspiração um tanto bizarras”, diz o comunicado da empresa. A mensagem prossegue afirmando que as alegações não têm nenhum mérito e nem base na realidade.

(FONTE: Techcrunch e Tudocelular)

Carregando