Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Encontram corpo de um dos desaparecidos no naufrágio do Costa Concordia

O cadáver de um dos dois desaparecidos no naufrágio do cruzeiro Costa Concordia, ocorrido em janeiro de 2012 em frente à ilha de Giglio, foi localizado quase 21 meses depois da tragédia, que resultou na morte de 32 pessoas

Agencia EFE

Roma, 8 out (EFE).- O cadáver de um dos dois desaparecidos no naufrágio do cruzeiro Costa Concordia, ocorrido em janeiro de 2012 em frente à ilha de Giglio, foi localizado quase 21 meses depois da tragédia, que resultou na morte de 32 pessoas.

Sem especificar suas fontes, a imprensa italiana informa nesta terça-feira que o corpo encontrado pode ser o do garçom indiano Russell Rebello, desaparecido desde o naufrágio junto a turista italiana Maria Grazia Trecarichi.

Em um avançado estado de decomposição, o cadáver foi encontrado no interior do cruzeiro, na altura da ponte 3, graças à operação de engenharia sem precedentes que endireitou o Costa Concordia em meados do mês passado.

No último dia 26 de setembro, a Defesa Civil italiana informou ter encontrado restos mortais que poderiam pertencer a algum dos desaparecidos, embora essa informação ainda não tenha sido confirmada.

Os restos mortais em questão foram encontrados na chamada ‘área 3 do centro do navio’, próximo ao lugar em que as equipes de resgate suspeitavam que poderiam encontrar os corpos dos dois desaparecidos.

Após ter sido endireitado, o Costa Concordia, de propriedade da companhia Costa Cruzeiros, será levado a um porto próximo para ser transformado em sucata, previsivelmente na próxima primavera e após a confirmação do resgate dos corpos dos dois desaparecidos.

Em paralelo aos trabalhos de resgate ocorre o julgamento do capitão do Costa Concordia, o italiano Francesco Schettino, que pode ser condenado até 20 anos de prisão por supostos crimes de homicídio culposo múltiplo, abandono de embarcação, naufrágio e, inclusive, por não ter informado às autoridades portuárias sobre a colisão do navio de maneira imediata. EFE

Carregando