Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Ceprama completa 24 anos contabilizando saldo positivo no artesanato maranhense

Fundado em 1999, o Centro de Comercialização de Produtos Artesanais do Maranhão (Ceprama), completou 24 anos, nesta terça-feira (22), de história e tradição

Fundado em 1999, o Centro de Comercialização de Produtos Artesanais do Maranhão (Ceprama), completou 24 anos, nesta terça-feira (22), de história e tradição. O espaço, que antes abrigava a fábrica têxtil Companhia de Fiação e Tecidos de Cânhamo, hoje é considerado a casa do artesão e serve de referência em todo o Brasil.

Foto 1 - Setur - Ceprama

Secretário de Turismo, Jura Filho, conversa com artesãos no Ceprama

É o que diz seu Francisco Sousa, artesão de profissão, que trabalha com moldura e diz ter visto a fundação da casa e a transformação do espaço ao longo dos anos. “Estou aqui há 23 anos e acompanhei assim como alguns dos meus companheiros a evolução do Ceprama. Hoje conquistamos muitas coisas, uma delas é esse novo espaço oferecido aos artesãos”, destacou seu Chico, como gosta de ser chamado.

Completamente modificado, o Ceprama recebeu iluminação, molduras e painéis gigantescos com paisagens do potencial natural e cultural do estado, espalhados por todo o salão, além de lanchonete e 40 novos quiosques planejados que abrigam mais de 400 artesãos na produção diária de vários produtos e peças que compõem o artesanato maranhense.

Toda essa mudança vem contribuindo para o incremento na venda dos produtos. Dona Lageana Lopes diz que depois da repaginação do Ceprama consegue vender mensalmente cerca de R$700,00 em peças artesanais de sua produção. “Um local organizado, onde temos espaço para trabalhar e receber bem o turista ou visitante, só contribui para que as vendas sejam melhores no final do mês e consequentemente nosso produto seja valorizado”, ressaltou.

Foto 3 - Setur - Ceprama

Artesanato maranhense ganha destaque no Ceprama e chama atenção de visitantes

Além do espaço reformulado, a Secretaria de Estado de Turismo (Setur) também tem trabalhado por meio de ações promocionais e cooperadas com o Sindicato de Guias, além de exposições em feiras especializas, para intensificar a campanha em prol do artesanato maranhense.

“Temos um potencial incrível para o artesanato porque temos mão de obra qualificada e matéria prima, como por exemplo, a fibra da palha do buriti. Nossa estratégia tem sido promover nossos produtos em feiras especializadas além de sensibilizações junto aos guias para que o público final tenha acesso às peças comercializadas no Ceprama”, assinalou o secretário de Estado de Turismo, Jura Filho.

24 anos de Ceprama

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) comemorou os 24 anos de fundação do Ceprama. Cerca de 100 artesãos participaram do momento, entre os quais, dona Eliete Dutra dos Santos, que lembrou que a união entre Setur e Ceprama foram fundamentais para a nova fase da casa.

“Posso falar em nome dos meus colegas, porque todos nós estamos muito satisfeitos com o trabalho que vem sendo desenvolvido pela Secretaria para o crescimento de nossa casa”, completou.

Carregando