Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Três mortes por raios no Maranhão em menos de 24 horas

Três pessoas morreram em menos de 24 horas durante o final de semana

ff7a2f44251194a87557aa4d59815c93_MTrês pessoas morreram em menos de 24 horas durante o final de semana. Dois casos foram registrado nos município de Igarapé Grande e Senador La Roque.

Em Igarapé Grande, um raio atingiu dois jovens que tomavam banho em um açude no povoado Jatobá. Um dos jovens foi identificado como Anderson Silva.

Já em Senador La Roque, o vaqueiro Welinton Alves da Silva, 23 anos, sofreu a descarga elétrica próximo a uma fazenda. O corpo foi levado nesta segunda-feira (17) para o Instituto Médico Legal de Imperatriz, mas já foi liberado para a família. O cavalo em que Welinton estava e mais seis animais morreram com a queda do raio.

Em janeiro, uma mulher identificada Alessandra da Silva Cantanhede teve morte instantânea ao receber uma forte descarga elétrica de um raio no município de Cantanhede. Ela estava em casa quando, durante forte chuva, o raio atingiu um dos cômodos.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) apontam a região norte do Estado com a maior incidência de raios no Maranhão. Dentre os anos de 1998 e 2011, foram 32 mortes por raios em 22 cidades do Maranhão.

Os municípios que mais registraram mortes foram São Luís com seis mortes, Paço do Lumiar com três mortes e Balsas, Viana e Vila Nova dos Martírios com duas mortes cada. Já as cidades de Bacabal, Buriti, Miranda do Norte e Santa Rita foram as que registraram maior densidade de descargas.