Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Confira 6 hábitos diários que fazem mais mal do que bem

Usar alcool em gel, beber água engarrafada e escovar os dentes logo após as refeições são uns deles

Foto: Reprodução

As regras parecem muito fáceis de seguir: Comer bem, praticar exercícios, dormir o suficiente e, automaticamente, você se torna mais saudável.

Surpreendentemente, é bem mais complicado do que isso. Muitas vezes, as próprias escolhas que se faz para beneficiar a saúde podem ser as mesmos que te prejudicam no final. Confira:

1 – Usar o álcool em gel para mãos constantemente

A menos que você esteja em um lugar cheio de germes como um hospital, água e sabão funcionam muito bem para limpar as mãos. Quando não se está perto de uma pia, géis saneantes de mão podem ajudar, mas não deixe de ler sempre o rótulo.

Estudo recente mostrou que esses desinfetantes contêm triclosan e podem promover a resistência de bactérias a medicamentos antibióticos. Em vez disso, é importante escolher marcas que contenham pelo menos 55% de álcool e que mate, em média, 98% das bactérias de suas mãos.

2 – Escovar os dentes após cada refeição

Escovar imediatamente após cada refeição pode parecer uma boa idéia para manter os dentes saudáveis, mas é melhor adiar.

Os alimentos podem liberar ácidos nos dentes, enfraquecendo o esmalte, e a escovação em cima desse esmalte enfraquecido pode piorar a situação. Para remover quaisquer partículas de alimento que permanece depois de comer, simplesmente lave a boca com água e guarde a escovação para algum tempo depois.

Quando escovar, não se esqueça de fazê-lo em um movimento circular. Isso vai melhorar as chances de remoção de bactérias nocivas entre as gengivas e dentes. Por outro lado, a escovação frente-trás ou para cima e para baixo pode deixar para trás as bactérias nocivas, causando doenças da gengiva. Além disso, escovar com muita força pode levar à recessão gengival.

3 – Pular refeições para comer mais tarde

Mulheres e homens têm o hábito de poupar suas calorias durante o dia para a diversão mais tarde. Isso parece não ser um problema, desde que você esteja ingerindo cuidadosamente as calorias devidas, certo? Não, infelizmente, quando não se come um pequeno almoço, isso desenvolve desejos e irritabilidade, o que pode levar a pessoa a comer em excesso no final do dia.

Uma abordagem mais inteligente é se encher de proteínas e nutrientes nas refeições, com lanches ricos que irão mantê-lo satisfeito durante todo o dia. Então, quando chegar na hora do jantar, a pessoa não terá desejo de encher o prato.

4 – Beber apenas água engarrafada

A água engarrafada não contém flúor e pessoas adultas sofrem de uma deficiência de flúor, o que leva ao aparecimento de cáries. Em vez disso, encha o copo com água purificada por sistema de filtragem, o que irá manter sua água livre de impurezas comumente encontradas na torneira, porém, com flúor.

5 – Fazer apenas treino aeróbico na academia

A melhor maneira de perder peso é manter o treino aeróbico, mas ao fazer apenas isso, o corpo vai se acostumar com a rotina e você vai começar a queimar menos gordura como resultado. Uma saída são os treinamentos em circuito, que consiste em fazer vários exercícios com diferentes saídas, trabalhando força com pouco descanso entre os movimentos, a fim de manter a mesma frequência cardíaca durante o exercício, garantindo a queima de mais calorias.

Integrando o treinamento de resistência à rotina de treinos, é inevitável que a massa muscular do corpo cresça e ajude a queimar mais gordura, mesmo quando você está em repouso.

6 – Ingerindo suplementos nutricionais em altas quantidades

As pessoas costumam tomar suplementos nutricionais sem entender se realmente precisam deles. Uma vez que muitos alimentos são enriquecidos nos dias de hoje, muitas pessoas não têm quaisquer principais deficiências nutricionais.

Há efeitos colaterais graves de pílulas tomadas descuidadamente: a vitamina A em doses elevadas é tóxica para o feto, a vitamina C em grandes quantidades causa problemas gastrointestinais, bem como interfere com medicamentos antidiabéticos, e muita vitamina B6 provoca danos nos nervos.

Comer alimentos em vez de tomar suplementos deve ser a principal forma de cumprir as exigências nutricionais e entregar benefícios à saúde. Se você descobrir que precisa das pílulas para aumentar a ingestão de cálcio, por exemplo, tente adicionar alimentos ricos em cálcio em sua dieta, como uma salada de espinafre ou um copo de leite desnatado. Entretanto, se os suplementos são a melhor escolha para sanar sua deficiência, olhe no rótulo, avaliando se a pílula atende aos padrões necessários.

Carregando