Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mãe e padrasto são suspeitos de matar bebê em Balsas

A polícia investiga a morte de um bebê de sete meses de idade na zona rural do município de Balsas, no Maranhão, ocorrida nessa quarta-feira (7). O padrasto da criança disse que o bebê teria caído de um carrinho, mas exames do Instituto Médico Legal (IML) indicam que a causa da morte pode ter sido […]

A polícia investiga a morte de um bebê de sete meses de idade na zona rural do município de Balsas, no Maranhão, ocorrida nessa quarta-feira (7). O padrasto da criança disse que o bebê teria caído de um carrinho, mas exames do Instituto Médico Legal (IML) indicam que a causa da morte pode ter sido espancamento.

O corpo da criança deu entrada no Hospital e Pronto-Socorro de Balsas levado pelo o padrasto Luis Alberto Souza Borges, de 20 anos de idade, e a mãe, Marlene Sousa, de 18 anos. Durante depoimento para o delegado regional Eduardo Galvão, os dois negam que tenham qualquer participação na morte da criança.

De acordo com a polícia, o bebê tinha hematomas pelo corpo, além de uma cicatriz recente no braço que, segundo a policia, foi quebrado em dois lugares depois de uma queda e só recebeu atendimento médico oito dias depois.

O corpo do menino foi encaminhado ao IML de imperatriz, há 400 km de Balsas, e o laudo médico indica fratura nas costelas e na cabeça. O fígado da criança estava esmagado. Para o delegado regional, a criança pode ter sido morta pelo padrasto e ainda com a participação da própria mãe. O padrasto da criança está preso.

Carregando