Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Participante de programa na TV confessa ter matado ex-mulheres

Sefer Calinak, de 62 anos, contou que cumpriu penas pelos dois assassinatos e foi libertado após ter sido anistiado. “Eu sou um sujeito honesto buscando uma nova mulher”, disse ele, para o espanto de todos. Imediatamente após a declaração polêmica, uma das apresentadoras do programa, veiculado pela emissora turca Flash TV, pediu que Calinak deixasse […]

140510132602_sefer_calinak_flash_tv_624x351_flashtv

Sefer Calinak, de 62 anos, contou que cumpriu penas pelos dois assassinatos e foi libertado após ter sido anistiado.

“Eu sou um sujeito honesto buscando uma nova mulher”, disse ele, para o espanto de todos.

Imediatamente após a declaração polêmica, uma das apresentadoras do programa, veiculado pela emissora turca Flash TV, pediu que Calinak deixasse o programa.
O episódio virou manchete dos principais jornais da Turquia.

Calinak explicou que assassinou sua primeira mulher – que também era sua prima – por ciúmes.

Ele disse que depois matou sua companheira seguinte acidentalmente, “quando manuseava um machado”.

Entrevistado após o programa, o homem assegurou que não matará a sua próxima parceira.

“As mulheres me deixavam depois que eu lhes dizia que assassinei as minhas esposas anteriores. Mas eu passei 14 anos na prisão [por isso]. Eu mudei”, disse ele ao jornal turco Haberturk.

Segundo o diário, a responsável pelo Grupo de Monitoramento da Mídia na Turquia, Hulya Ugur Tanriover, criticou o programa e afirmou que vai apresentar uma queixa oficial contra a emissora.

Ela acrescentou que o histórico criminal dos participantes deveria ser verificado antes da transmissão.

Carregando