Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Palio supera Gol em vendas no Brasil após 27 anos

O compacto emplacou nos onze primeiros meses do ano1.577 a menos do que o rival

f14a855e71266fce000280ce97ff2b84_LApós 27 anos de liderança absoluta de mercado, o Gol perdeu no último mês o posto para o Fiat Palio. De acordo com dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), o compacto da Volkswagen emplacou no acumulado dos 11 primeiros meses do ano 159.207 unidades, 1.577 a menos do que o rival, que licenciou 160.784 veículos.

Vale lembrar que o Palio corresponde a um modelo com duas carrocerias diferentes: o Palio Fire, lançado em 2007, e o novo Palio, de 2010. Completam o “top five” dos carros de passeio o Chevrolet Onix (132.880), o Fiat Uno (111.974) e o Hyundai HB20 (106.857).

Entre os comerciais leves, a liderança também é da Fiat, com a picape Strada, que emplacou até o fim de novembro 139.788 unidades, quase o dobro da segunda colocada, a Volkswagen Saveiro (73.584). Na terceira colocação aparece o Ford EcoSport (49.271), seguido por Chevrolet S10 (46.389) e Renault Duster (43.043).

Pinçado isoladamente, novembro releva algumas tendências interessantes. A primeira reforça o declínio do Gol, que aparece apenas em terceiro lugar, com 12.024 unidades vendidas, atrás do Palio (15.399) e do Chevrolet Onix (14.484). Na quarta posição chama a atenção a performance em vendas do novo Ford Ka, com 10.748, ultrapassando o Hyundai HB20, que ficou em 10.688.

Entre os comerciais leves, as duas primeiras posições do acumulado do ano estão mantidas – Strada (11.435) na frente, Saveiro (8.643) em segundo –, mas o Renault Duster, prestes a receber uma nova geração, aparece em terceiro (4.431), deixando o EcoSport (4.111) para trás. Completa o “top five” a S10, com 3.922 unidades licenciadas em novembro.

Mercado em geral

Como um todo, o mercado de automóveis de passeio e comerciais leves registrou queda de 2,90% em novembro em relação ao mesmo mês do ano passado – de 288.184 para 279.826 emplacamentos. Em relação a outubro deste ano (291.388), também houve queda, que foi de 3,97%.

Apesar da queda, a média diária de vendas de automóveis e comerciais leves foi superior em novembro, com 13.991 unidades, ante 13.245 em outubro (alta de 5,64%). Segundo o presidente do Conselho Deliberativo e Diretor da Fenabrave, Flávio Meneghetti, a queda se deve ao menor número de dias úteis registrados em novembro (20 dias) em relação a outubro (22 dias).

“Se considerarmos o volume diário de vendas, notaremos que há uma tendência de recuperação de vendas de automóveis nesse final de ano, e a queda registrada é proporcional ao número de dias úteis que, em novembro, foi menor que em outubro”, afirma.

No acumulado do ano, a queda foi ainda maior, de 8,17% – nos primeiros 11 meses de 2013 foram emplacadas 3.239.960 unidades, contra 2.975.179 no mesmo período deste ano.

No mercado total, incluindo automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos, a queda foi de 7,47% – de 5.019.507 para 4.644.707 unidades.

Carregando