Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mais de 80 carros são retirados do fundo de represas

Ao menos 83 veículos foram retirados do fundo de reservatórios em SP

Foto: Reprodução

À medida que foram caindo os níveis de água das represas de São Paulo por causa da falta de chuva, surgiram do fundo dos reservatórios lixo acumulado, construções antigas, ruínas de cidades submersas e carros, dezenas deles.

Levantamento feito pela reportagem do site UOL revela que, desde o meio do ano passado, ao menos 83 veículos foram retirados do fundo de reservatórios em São Paulo. Os primeiros começaram a aparecer em meados de agosto de 2014.

Para que os veículos sejam removidos, é preciso entrar em contato com a polícia, que irá solicitar ao DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) uma máquina para realizar a retirada.

Em seguida, as carcaças são levadas para pátios até que a polícia descubra a origem delas, por que foram parar dentro dos reservatórios e quem são os donos dos veículos. Em muitos casos, trata-se de carros roubados.

Carcaças

Na represa Billings, na zona sul da Grande São Paulo, foram encontradas e removidas ao menos 33 carcaças de veículos no ano passado, segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública). Os casos são investigados pelo 101º DP (Jardim Imbuias), que descobriu que ao menos dois deles foram roubados. A polícia aguarda resposta das seguradoras para que os veículos sejam entregues aos donos.

Desde 2014, outros 31 carros foram retirados da represa de Atibainha, em Nazaré Paulista (64 km de São Paulo), que integra o sistema Cantareira, responsável pelo abastecimento de um terço da população da Grande São Paulo (6,5 milhões de pessoas).

A polícia instaurou inquérito para investigar os casos. Segundo a SSP, um sobrevoo recente feito pela polícia na represa constatou que não há mais carros espalhados pelo local.

Outros 11 veículos, entre eles uma BMW, foram recolhidos da represa Granusso, em Santa Gertrudes (167 km da capital paulista). A delegacia seccional de Limeira (151 km de São Paulo) investiga a origem e tenta encontrar os donos dos veículos.

No trecho do rio Tietê que passa por Araçatuba (a 527 km de São Paulo), a polícia encontrou cinco veículos, que foram encaminhados para o pátio local. As investigações são conduzidas pelos 1º e 3º DPs da cidade.

E na represa Jaguari, que faz parte do sistema do rio Paraíba do Sul, que fornece água para o Rio de Janeiro, três carcaças foram avistadas e posteriormente removidas do local. A delegacia seccional de São José dos Campos (a 97 km da capital paulista) investiga a origem dos veículos.

Carregando