Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Estudante de engenharia recria carros com peças de Lego

O estudante de engenharia de Brasília carrega a paixão desde criança

dscn9689

Hobbies como colecionar carros e montar quebra-cabeças são conhecidos e praticados por muita gente. Porém, Alexander Paschoaletto, de 18 anos, resolveu aliar as duas práticas de uma maneira peculiar: recriando carros conhecidos, utilizando peças de Lego.

“Eu monto coisas com esses bloquinhos desde que me entendo por gente. Eventualmente saio da minha zona de conforto e construo outras coisas, como carros menores, dirigíveis e até bonecos”, conta.

O estudante de engenharia de Brasília carrega a paixão desde criança, mas as réplicas de veículos reais só começaram a ser feitas em 2012. Na época, Paschoaletto resolveu montar um perfil em uma rede social para compartilhamento de criações, e assim, exibir reproduções de esportivos da Ferrari.

No início do ano seguinte, foi convidado para participar de uma competição que exigia a criação de um modelo real. Criou uma réplica em escala de um Pagani Zonda C12 e nunca mais parou. Até hoje, de acordo com o estudante, foram exatos 76, a maior parte deles com fotos na rede social.

Até 1.200 peças

Desde o Pagani, são mais de 70 modelos montados em escala 1:17 (cada 1 cm da reprodução equivale a 17 cm do modelo real). As peças do estudante já deram forma a clássicos, como Porsche 911, Range Rover, Lamborghini Diablo, Ford Mustang e Chevrolet Corvette.

Em cada unidade, são utilizadas entre 800 e 1.200 pecinhas, e o tempo para montagem também varia. “Tudo depende de quão complicada é a forma do carro. Se ele é uma caixinha de fósforos, em 2 dias é possível idealizar. Na média, demoro uma semana para terminar um modelo”, diz.

Ford GT e ‘marca própria’

A mais recente criação de Alexander sequer foi lançada. Trata-se da nova geração do Ford GT, que foi apresentada no Salão de Detroit deste ano, e só chegará ao mercado no ano que vem.

No esportivo, foram cerca de 950 peças, e um desafio a mais: reproduzir as complexas portas do tipo tesoura. Paschoaletto diz que apenas a confecção das portas levou um dia.
Além das reproduções, o construtor de miniaturas em Lego também criou uma marca própria de veículos, chamada de Tonagari. Desta linha, já saíram oito modelos diferentes, sendo que um deles foi feito utilizando apenas 15 peças.

Os demais, todos cupês esportivos, que possuem em comum as linhas ousadas, quase sempre com portas de abertura incomum e grandes “motores”. É um ótimo exercício para quem pode, no futuro, construir carros reais, em vez de usar como matéria-prima, peças plásticas.

Carregando