Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Renault Clio deixará de ser produzido em 2016

Modelo hatch será substituído como pelo recém-lançado Kwid

Foto: Reprodução

Atual carro de entrada da Renault no Brasil, o veterano compacto Clio já tem data marcada para deixar o mercado de forma definitiva. Conforme antecipa o site Autoblog Argentina, a fábrica de Córdoba, responsável pela produção do modelo, deixará de montá-lo no final do ano que vem depois de quase 16 anos de atividades. Sem sucessor direto, o hatch será substituído como pelo recém-lançado Kwid, que tem se tornado um verdadeiro sucesso de vendas na Índia, país no qual foi desenvolvido.

Como o Kwid será produzido na fábrica da Renault em São José dos Pinhais, no Paraná, a lacuna aberta pelo Clio na Argentina será preenchida pela montagem do Logan e do Sandero (incluindo versão Stepway) como forma de atender a demanda interna. Ainda na fábrica de Córdoba seguirão sendo produzidos o Fluence e o multiuso Kangoo, tanto em versões furgão quanto na configuração para passageiros.

Previsto para ser lançado no segundo semestre de 2016, o Kwid brasileiro terá mudanças significativas em relação ao indiano, o que incluirá provavelmente até um novo nome. Por aqui o hatch terá interior mais bem acabado e algumas mudanças externas, como retrovisores vindos do Sandero e rodas com quatro parafusos (são apenas três no modelo original). O motor deverá ser o novo 1.0 3-cilindros da parceira Nissan, já usado no March e Versa. Preços deverão começar abaixo dos R$ 30 mil.

Carregando