Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

12 dicas para manter os pneus do seu carro em bom estado

O bom desempenho de um veículo na estrada está intimamente relacionado com o estado dos seus pneus. Conheça as 12 dicas para manter a saúde dos pneus do seu carro em bom estado e obtenha a maior segurança e conforto das suas viagens de automóvel.Verifique se existe algum desgaste irregular dos pneus do carro. A […]

Foto: Reprodução

O bom desempenho de um veículo na estrada está intimamente relacionado com o estado dos seus pneus. Conheça as 12 dicas para manter a saúde dos pneus do seu carro em bom estado e obtenha a maior segurança e conforto das suas viagens de automóvel.Verifique se existe algum desgaste irregular dos pneus do carro. A existir um desgaste irregular dos pneus, o condutor deve substituir os pneus que se encontram carecas e alinhar a direção do seu automóvel.

-Inspecione a profundidade do relevo dos pneus. Quando se encontra a lavar o seu veículo, deve prestar atenção à profundidade do relevo dos pneus e ver se o limite legal de um sulco já foi atingido (1.6 milímetros).

– Faça a rodagem de pneus num veículo. Ao rodar os pneus do seu carro está a distribuir uniformemente o seu desgaste. Se tiver necessidade de colocar pneus novos no automóvel, coloque-os sempre no eixo traseiro para que o condutor tenha um maior controlo dos movimentos do carro.

-Saiba que as temperaturas exteriores afetam as pressões dos pneus de um automóvel. Quando existem mudanças radicais nas temperaturas exteriores, os pneus de um automóvel tendem a perder a pressão. É por isso que se morar num local onde as temperaturas variam muito, é necessário verificar frequentemente as pressões dos pneus de um veículo.

-Compre pneus usados. Se está na hora de mudar os pneus do seu automóvel, mas não está a pensar fazer uma utilização intensiva e regular do carro, a última coisa que deve fazer é comprar pneus novos. Opte pela compra de um jogo de pneus usados, pois os resultados serão os mesmos e conseguirá poupar dinheiro com isso.

-Limpe as jantes do veículo com um produto anti-nódoas específico. Limpe as jantes do seu automóvel regularmente, pois assim estará a evitar o aparecimento de manchas e nódoas. A melhor forma de o fazer é comprar um líquido anti-nódoas específico.

-Lubrifique as porcas dos pneus do automóvel. A lubrificação das porcas de um pneu permite a rápida substituição de um pneu em caso de furo. Por outro lado, se não forem lubrificadas, o risco de enferrujarem é enorme.

-Amarre bem os tampões do automóvel. Os tampões de um carro podem sair em andamento se não forem bem presos. Para que isto não aconteça, é necessário pressionar os tampões do carro contra a roda de modo a ouvir um clique que indica que o tampão está bem colocado.

-Verifique o alinhamento das rodas do automóvel. O condutor deve alinhar as rodas do seu veículo a cada 50.000 quilómetros, sempre que comprar pneus novos e ao alinhar a direção do automóvel. O alinhamento das rodas permite uma maior vida útil dos pneus.

-Mantenha as tampas nas válvulas dos pneus. Quando um automóvel não tem as tampas nas válvulas dos pneus, isso significa que o veículo estará mais suscetível a ter uma fuga, pela acumulação de sujidades e humidades na válvula do pneu. Nestas circunstâncias, é provável que o condutor tenha uma surpresa desagradável e que ao pegar no carro, os pneus estejam vazios.

-Mantenha os pneus do carro calibrados. Deve verificar a pressão de ar dos pneus do automóvel uma vez por mês e, especialmente, antes de fazer uma grande viagem ou antes de um percurso acidentado. A pressão de ar de um pneu deve ser verificada quando os pneus estão frios ou quando o automóvel não percorreu uma distância superior a três quilómetros, caso contrário o sobreaquecimento dos pneus não permite mostrar quais as suas medidas reais.

-Tenha cuidado com a bomba de ar. Quando se desloca a uma estação de serviço para encher o ar dos pneus do seu automóvel, deve realizar um pequeno teste para ver se a bomba de ar está a funcionar corretamente. Deve colocar o seu polegar e premir o ar contra ele. Se o dedo ficar molhado, isso significa que existem humidades no próprio ar e essas humidades podem provocar a variação das pressões e a corrosão das jantes. Deve aconselhar o gerente da estação de serviço que os tanques necessitam de ser drenados e deve encher o ar dos pneus do seu veículo numa outra estação de serviço.

Carregando