Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Rosa de Saron é uma das atrações do Halleluya que começa hoje em São Luís

Ao longo das 15 edições, o evento já alcançou um público de mais de 500 mil pessoas, 136 shows, e parceria de cinco anos com Hospital de Hematologia do Maranhão (Hemomar).

Foto: Reprodução

A Comunidade Católica Shalom em São Luís promove, a partir de hoje, a 15ª edição do Festival Halleluya, evento que mescla dança, teatro e grandes nomes da música católica, de 18 a 20 de novembro. Este ano o evento traz novidades, com uma estrutura nova, dividida em dois ambientes, para proporcionar melhor experiência dos participantes com todas as atividades que o festival oferece. Ao longo das 15 edições, o evento já alcançou um público de mais de 500 mil pessoas, 136 shows, parceria de cinco anos com Hospital de Hematologia do Maranhão (Hemomar) para doação de sangue e cadastro de doadores de medula óssea.

Sobem ao palco do Festival Halleluya a banda Missionário Shalom; Rosa de Saron; Adriana Arydes; Ana Gabriela; Suely Façanha; Diego Fernandes; Gil Monteiro; Cosme; Davidson Silva; as bandas maranhenses Shalom Roots e Parresia e muito mais.

Este ano além dos espaços já conhecidos pelo público do festival como Halleluya Kids, a Praça da Misericórdia, Halleluya Quero Mais, Cursos Rápidos de Evangelização, estandes institucionais, e os espaços solidários para doação de sangue, cadastro de doadores de medula óssea, doação de alimentos e Halleluya Adventure, onde acontecerão modalidades de In-line, BMX e Skate; no Espaço Vida, acontecerá uma exposição sobre a vida da Santa Madre Tereza de Calcultá, canonizada em setembro desde ano.

A exposição mostrará como foi a trajetória da santa ao longo de sua vida. Com textos e fotos da vida dela, desde o começo, quando ela nasce na Albânia, até a morte. Santa Teresa de Calcutá foi uma das maiores religiosas da Igreja Católica. Nasceu na atual República da Macedônia. Consagrou-se às Irmãs de Nossa Senhora de Loreto aos 18 anos. Sua jornada de amor aos pobres iniciou em um lar infantil, na Índia, onde serviu como professora. A exposição já percorreu vários lugares ao longo de 12 anos de existência.

Solidariedade
Além dos shows, o Festival Halleluya, contará com mais uma edição da campanha “Sou um Doador Oficial do Halleluya”, em parceria com o Hemomar, reforçando o lado social do evento com a campanha de doação de sangue. A coleta de sangue ocorrerá nos três do festival, no carro da instituição que estará disponível na Praça Maria Aragão. Os alimentos arrecadados este ano serão doados para o projeto de Promoção Humana “José do Egito”, desenvolvido pela Comunidade Católica Shalom no bairro da Vila Palmeira. O projeto acolhe, catequiza e insere no mundo das artes crianças em situação de vulnerabilidade social do bairro e imediações.

Ano da misericórdia
Instituído pelo papa Francisco em dezembro de 2015, o Ano Extraordinário da Misericórdia será encerrado no dia 20 de novembro, dia de Cristo Rei. O encerramento do ano santo para a comunidade católica de São Luís acontecerá no domingo, durante o Halleluya. A celebração é realizada em parceria com a Arquidiocese de São Luís. No domingo, excepcionalmente, a programação iniciará as 15h.

“Celebrar o encerramento do Ano extraordinário da Misericórdia dentro do Festival Halleluya é uma grande graça, para Comunidade Católica Shalom e para toda cidade de São Luís, por isso reforçamos o convite às pessoas para que participem deste momento tão importante para igreja em todo mundo”, reforçou o responsável local da missão de São Luís, Adalberto Souto.

Confira a programação do evento:

Sexta
18h – Abertura com Santa Missa. Shows: Ana Gabriela, Suely Façanha, Rosa de Saron

Sábado
18h – Abertura com Santa Missa. Shows: Shalom Roots, Gil Monteiro, Diego Fernandes e Missionário Shalom

Domingo
15h – Abertura com Santo Terço
17h – Santa Missa

Shows: Parresia, Cosme, Davidson Silva e Adriana Arydes.

 

Carregando