Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Codevasf fortaleceu produção familiar no Maranhão com investimento de R$ 42 milhões

Balanço da 8ª Superintendência Regional detectou bons resultados alcançados na agricultura irrigada, piscicultura e bovinocultura leiteira.

Investimentos de aproximadamente R$ 42 milhões da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) no Maranhão em 2016 resultaram em melhoria da mobilidade entre as zonas urbana e rural, ampliação da área irrigada na agricultura familiar, avanço no escoamento da produção e fortalecimento da cadeia produtiva da bovinocultura leiteira.

O balanço foi feito pela 8ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada na capital São Luís.

O escoamento da produção familiar e a melhoria da mobilidade entre as zonas urbana e rural ganharam impulso no estado com obras de pavimentação asfáltica e de recuperação de acessos vicinais. Foram empenhados no ano passado para essa ação cerca de R$ 15,9 milhões por meio de convênios celebrados com municípios maranhenses, o que culminou em 150 quilômetros de vias e acessos recuperados.

Já a irrigação familiar fomentada pela Codevasf possibilitou a inclusão produtiva de 3 mil famílias maranhenses atingidas pela estiagem prolongada em cerca de 60 municípios. Os kits implantados pela Codevasf foram destinados a pequenos assentamentos ou a grupos de produtores rurais para a produção de hortaliças e frutas, e têm capacidade para irrigar áreas de até de 500 metros quadrados em sistema de gotejamento.

Hoje, as famílias beneficiadas conseguem conviver com os efeitos da seca e assegurar produção agrícola, um investimento de R$ 1,2 milhão do governo federal executado pela Codevasf. Somente na agricultura familiar, os kits suscitaram a ampliação da área irrigada no Maranhão em 150 hectares. Em 2017, a ação será expandida para famílias de outros municípios não contemplados na primeira fase.

Desenvolvimento territorial

O desenvolvimento territorial em áreas rurais do Maranhão propiciado por iniciativas de fortalecimento da produção familiar contou também com outra linha de ação da Codevasf, a estruturação dos produtores com patrulhas agrícolas mecanizadas completas.

O conjunto de equipamentos disponibilizado pela Codevasf é formado por trator, grade aradora, raspadeira, batedeira de cereais, plantadeira, carreta tanque de 3.500 litros, arado, roçadeira agrícola, guincho de trator e distribuidor de fertilizantes. O investimento foi de quase R$ 7 milhões e traz agilidade ao processo produtivo, além de oferecer melhores condições de trabalho às famílias de agricultores.

Piscicultura

Outra importante ação desenvolvida pela Codevasf em 2016 foi o apoio à piscicultura familiar e artesanal. Os 96 pescadores associados dos municípios maranhenses de Grajaú, Joselândia, Magalhães de Almeida, Pastos Bons, Pindaré Mirim e Tuntum, por exemplo, contam agora com novos equipamentos de pesca que ampliam a renda familiar e desenvolvem a economia local.

Nessa área da inclusão produtiva, os investimentos já totalizam mais de R$ 700 mil. Os recursos foram aplicados em 240 tanques-rede, 20 barcos de alumínio, 20 motores de popa, equipamentos de suporte à produção e insumos.

Além disso, uma fatia de R$ 215 mil foi destinada à recuperação dos viveiros da estação de piscicultura e dos sistemas de captação e drenagem do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) de São Raimundo das Mangabeiras. Em 2016 foi empenhado mais R$ 1,5 milhão para ampliar a cadeia produtiva do pescado.

Bovinocultura leiteira

Um outro foco de investimentos da Codevasf em áreas rurais do Maranhão é a aquisição de equipamentos voltados para o fortalecimento da bovinocultura leiteira praticada por famílias de agricultores.

Foram R$ 156 mil investidos em 15 municípios para fortalecer e estruturar as famílias com 15 tanques de resfriamento de leite, sendo sete com capacidade para 1 mil litros e oito para 2 mil litros.

Segundo o superintendente regional da Codevasf no Maranhão, Jones Braga, todas essas ações buscam elevar a qualidade de vida das famílias beneficiadas.

“São ações com potencial de promover ampla melhoria das condições de vida de milhares de maranhenses. Nas pequenas localidades ou mesmo nas sedes dos municípios, muitos grupos populacionais passam a contar com ganhos sociais significativos por meio dessas ações da Codevasf”, aponta.

Plano de recursos hídricos

Fechando o ano, técnicos da Codevasf e da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) definiram os critérios constantes no convênio celebrado entre as duas instituições com o objetivo de elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Itapecuru. Os recursos a serem empregados somam R$ 5 milhões e são oriundos do Orçamento Geral da União, destinados à Codevasf por emendas parlamentares.

Carregando