Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Ministério Público da Coreia do Sul pede prisão de ex-presidenta

O impeachment da ex-presidente foi confirmado no início de março, após meses de investigações e revelações que provocaram protestos no país

Foto: Reprodução

O Ministério Público da Coreia do Sul solicitou nesta segunda-feira a prisão da ex-presidenta Park Geun-Hye, poucos dias depois de seu comparecimento a uma audiência judicial por um caso de corrupção e tráfico de influências que provocou sua destituição.
O impeachment de Park foi confirmado no início de março, após meses de investigações e revelações que provocaram diversas manifestações de protesto no país.
O caso envolve o papel de Choi Soon-Sil, amiga e confidente de Park, investigada por ter aproveitado sua influência para obter milhões de dólares das grandes empresas sul-coreanas.
A ex-presidenta é objeto de várias acusações, incluindo a de ter sido cúmplice de sua amiga. Choi Soon-Sil está detida. O MP considera que seria “contrário à imparcialidade” a ex-presidenta não estar detida também.
O Parlamento votou em dezembro a destituição de Park, confirmada em março, o que acabou com a imunidade da ex-presidente e a levou a uma audiência judicial na semana passada.

Carregando