Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Indicadores da economia brasileira não sofrem alteração em pesquisa do Banco Central

Os economistas consultados semanalmente pelo Banco Central mantiveram o tom das projeções das últimas pesquisas para os principais indicadores da economia brasileira.

Foto: Reprodução

Apesar da crise política instaurada com a delação premiada de executivos da JBS, os economistas consultados semanalmente pelo Banco Central mantiveram o tom das projeções das últimas pesquisas para os principais indicadores da economia brasileira no último levantamento Focus.

Segundo a pesquisa divulgada na manhã desta segunda-feira (22), a inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) caiu de 3,93% para 3,92% neste ano, ao passo que para o ano seguinte foi de 4,36% para 4,34%.

As projeções para o PIB (Produto Interno Bruto) continuaram em crescimento de 0,50% em 2017 e em 2,50% em 2018. Não houve alterações nas projeções para a taxa básica de juros — a Selic: 8,50% ao final dos dois anos. Já para o câmbio, as expectativas passaram de R$ 3,25 para R$ 3,23 para o dólar neste ano, ao passo que para o ano seguinte continuaram em R$ 3,36.

Para o câmbio, as projeções continuaram em R$ 3,35 neste ano e saltaram de R$ 3,50 para R$ 3,55 em 2018.

Carregando