Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Produtor de conteúdo online está entre os profissionais mais procurados em 2017

Levantamento do Freelancer.com avaliou mais de 279 mil projetos postados na plataforma no período de abril a junho de 2017

Foto: Reprodução

A produção de conteúdo continua na liderança de trabalhos online que mais cresceram no último trimestre de 2017, segundo relatório Fast 50 realizado pelo portal Freelancer.com.

A pesquisa analisou mais de 279 mil projetos postados no site, no período de abril a junho de 2017, um crescimento de 5% em comparação ao primeiro trimestre do ano, e revela que, cada vez mais, as PMEs têm utilizado profissionais freelancers para realização das principais funções do seu negócio.

Para Tom Friedman, autor do livro “O Mundo é Plano”: “os resultados deste trimestre demonstram uma nova onda de empresários enxugando custos, que utilizam freelancers em todas as etapas do negócio para transformar uma ideia em realidade, desde a elaboração de planos de negócios, design, design do site e modelagem de produtos, até fornecedores de componentes/peças, através de marketing e vendas”.

A medida que as audiências online tornaram-se mais sofisticadas e a proliferação de fontes de conteúdo tornaram as informações menos confiáveis, os leitores parecem estar mais atentos para discernir entre conteúdo substancial e significativo de “notícia falsa” ou “clickbait”. Logo, a demanda por criação de conteúdo original tem visto seu aumento, da mesma forma oferecer novos conteúdos regularmente continua sendo essencial para fidelizar o leitor.

Os profissionais freelancers não estão apenas alimentando as atualizações de conteúdo, mas modelos de negócios. Os empreendedores têm utilizado freelancers para desenvolverem seus Planos de Negócios (crescimento de 17,9%, nos jobs publicados).

Recentemente, têm sido publicados no Freelancer.com projetos que incluem o desenvolvimento do Planos de Negócio para uma arcada de Realidade Virtual, pois apesar de terem a ideia na cabeça, alguns empreendedores precisam de ajuda para torná-los atrativos para os investidores.

Para Steve Blank, especialista em startups e professor de Stanford, uma tendência, principalmente da nova geração de empreendedores, é a criação de empresas com estruturas simples e, em geral, mais eficientes. A pesquisa Entrepreneur Survey aponta que quase 80% das novas empresas abertas nos EUA têm menos de 10 funcionários. Essa estrutura mais enxuta permite diminuir a carga horária da equipe e terceirizar muitos elementos-chaves do negócio.

Carregando