Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Acusado de assassinato vai a júri em Miranda do Norte

O réu é Antônio Carlos Sobral da Rocha, acusado de ter matado a tiros Carlos Gonzaga Rodrigues Pereira.

Ilustração internet

A juíza Mirella Cézar Freitas, titular da 2a Vara de Itapecuru-Mirim, promove nesta sexta-feira, dia 4, uma sessão do Tribunal do Júri na cidade de Miranda do Norte, na Câmara de Vereadores. O réu é Antônio Carlos Sobral da Rocha, acusado de ter matado a tiros Carlos Gonzaga Rodrigues Pereira, fato ocorrido em 9 de março de 2013.

Consta na denúncia que o crime ocorreu nas imediações do Povoado Colombo, localidade de Miranda do Norte, termo judiciário de Itapecuru-Mirim. Na data do crime, a vítima conduzia uma motocicleta, quando o denunciado, que estava num Gol preto com mais 4 homens, teria efetuado os disparos que mataram Carlos Gonzaga. A vítima ficou caída sobre a moto, na Br 135, quando condutores que passavam na rodovia informaram à PM sobre o ocorrido.

Quando a polícia chegou, a vítima ainda estava viva, com alguns projéteis no corpo, conversando. Carlos Gonzaga informou aos policiais que os tiros foram disparados por Antônio Sobral, conhecido na região pelo apelido de ‘Cigano’, residente em Miranda do Norte. A vítima foi, então, levada a um hospital em São Luís, falecendo algum tempo depois.

Foi apurado que havia uma ‘rixa’ entre o acusado e a vítima. Antônio Sobral negou, em juíza, a autoria do crime.

(CGJ)