Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Moto não suporta pressão e leva empate no fim

O Moto Club mais uma vez deixou escapar a vitória e a oportunidade de se afastar da zona de rebaixamento.

Com um jogador a menos, time motense não resistiu a pressão dos alagoanos.

O Moto Club mais uma vez deixou escapar a vitória e a oportunidade de se afastar da zona de rebaixamento no Brasileiro da Série C. Como um filme que se repete a cada rodada, o Papão vencia o CSA por 1 a 0, com gol do zagueiro Michel, aos 15 minutos, em uma cobrança de falta de Lorran, quando mais uma vez levou gol nos acréscimos. Após pressionar bastante, com bolas aéreas, o time alagoano conseguiu empatar aos 47 minutos com Jorge Felipe.

Com o resultado pela 13ª rodada, o Moto segue na oitava posição com 13 pontos ganhos e agora terá dois jogos pela frente fora de casa contra Botafogo-PB e ASA-AL, adversários direto na luta contra o rebaixamento. O Papão reclama do árbitro José Claudio (SP) que expulsou o lateral-direito Diego Renan, no início do 2º tempo, num lance que seria para cartão amarelo, além de não ter utilizado os mesmos critérios nas faltas para as duas equipes.

Ao final da partida, o árbitro ainda anotou na súmula objetos como garrafas de refrigerante,chinelos e até uma cadeira arrancada da arquibancada que foram jogadas para dentro de campo. Além disso, registrou uma abordagem do diretor de futebol do Moto, Daniel Meneses. “Apita para os dois lados”, teria afirmado o dirigente ao árbitro. Tudo isso pode complicar ainda mais o Moto. O CSA mantém a liderança do Grupo A, com 24 pontos.

FICHA TÉCNICA

MOTO: Saulo; Diego Renan, Michel, Lula e Lorran; Felipe Dias, Diogo Oliveira, Daniel Barros (Tony Galego) e Alex Henrique (Valber); Danillo Bala e Vinícius Paquetá (Tote)

Técnico: Marcinho Guerreiro

CSA-AL: Mota; Dick, Jorge Fellipe, Thales e Rafinha; Boquita, Rosinei (Kaique), Edinho (Maxuel), Daniel Costa e Raul (Wanger); Daniel Angulo

Técnico: Ney da Matta

Árbitro: Jose Claudio Rocha Filho (SP)

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)

Renda: R$ 30.475,00

Público: 1.441 pagantes