Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Brasil estreia com vitória sobre o Paraguai

Equipe do técnico Renan levou a melhor sobre os paraguaios por 3 sets a 0, em Temuco, no Chile

A seleção brasileira masculina de vôlei estreou com vitória no Campeonato Sul-Americano. Campeã de todas as edições que disputou, a equipe do Brasil bateu o Paraguai, na noite desta segunda-feira (07.08), por 3 sets a 0, com parciais de 25/04, 25/14 e 25/10, em partida realizada no Ginásio Olímpico Regional UFRO, em Temuco, no Chile.

Central Otávio no ataque
(Felipe Andaur Suárez)

Esta será a casa do time dirigido pelo técnico Renan na fase classificatória, que ainda terá os duelos contra a Venezuela, nesta terça-feira (08.08), às 22h, e contra a Colômbia na quarta (09.08), às 15h. As semifinais e final serão disputadas em Santiago, outra sede da competição, na quinta e na sexta.

Na partida de estreia, Renan aproveitou para utilizar uma formação diferente da tradicional que vinha usando na Liga Mundial – primeira competição disputada na temporada, quando o Brasil foi vice-campeão. Nesta segunda-feira, começaram o jogo o levantador Raphael, o oposto Renan, os centrais Isac e Otávio, os ponteiros Douglas e Rodriguinho e o líbero Thales.

Após a vitória, o treinador brasileiro analisou a primeira participação no Sul-Americano e elogiou o grupo. “Tivemos a oportunidade de dar uma mexida boa no time hoje. Jogamos com jogadores que vinham atuando um menos e todos estão de parabéns porque ditaram o ritmo do jogo o tempo todo”, destacou Renan.

O técnico, porém, espera um confronto diferente na rodada de amanhã, quando o Brasil enfrentará os venezuelanos.

“Esse era jogo difícil por termos poucas informações sobre o Paraguai. Seguramente, era a equipe que nos daria menos trabalho no grupo, já que esperamos um ritmo completamente diferente nos dois próximos jogos. A Venezuela amanhã, com certeza, vai exigir muito do nosso time. Tem tudo para ser um jogo equilibrado”, concluiu Renan.

Oposto Renan no saque
(Felipe Andaur Suárez)

O JOGO

O primeiro ponto da partida saiu de Otávio em combinação de jogada rápida com Raphael. Renan marcou mais um para o Brasil depois de uma bola bastante disputada. Novamente com Renan, a seleção brasileira abriu 3/0. Ainda com Otávio no saque, Renan marcou 4/0. No primeiro tempo técnico, a equipe de Renan tinha 8/1. No saque do oposto brasileiro, o placar foi a 10/1 e o Paraguai pediu tempo. Rodriguinho marcou 13/1. O placar ainda apontou 19/4 e, na sequência, 22/4. Em passagem de Isac pelo saque, a seleção brasileira fechou em 25/4.

No início do segundo set, Brasil e Paraguai estiveram empatados em 2/2. Renan colocou três pontos de vantagem para o time verde e amarelo em 7/4. No ace de Renan, a seleção brasileira fez 12/5. Também com ponto de saque, desta vez de Isac, o Brasil colocou sete de vantagem: 16/9. Com uma parcial mais equilibrada do que a primeira, o Paraguai chegou a 13/19. No final, no ace de Renan, a seleção brasileira fechou em 25/14.

Assim como no set anterior, o placar teve equilíbrio no começo da parcial: 3/3. O Paraguai esteve em vantagem em 4/3. A seleção brasileira assumiu o comando do marcador e fez 8/5 no primeiro tempo técnico. No bloqueio de Rodriguinho, 10/6. Quando o Brasil fez 13/8, o adversário pediu tempo. Em boa passagem de Rodriguinho pelo saque, o placar foi a 16/8. Ainda com o ponteiro no saque, o Brasil marcou 18/8 e o Paraguai parou o jogo. Com um pouco mais de tranquilidade do que no set anterior, a seleção brasileira venceu por 25/10.

Grupo A – Brasil, Colômbia, Venezuela e Paraguai

Grupo B – Chile, Argentina, Uruguai e Peru

TABELA (Horário de Brasília)

07.08

Brasil 3 x 0 Paraguai (25/04, 25/14 e 25/10)

08.08

22h – Venezuela x Brasil

09.08

15h – Brasil x Colômbia

10.08 (semifinais)

19h30 – 1º B x 2º A

21h30 – 1º A x 2º B

11.08 (final)

21h30 – Ganhador do jogo 15 x Ganhador do jogo 16