Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Trump “bipa” ligação de Maduro após declarações de norte-americano

Ditador venezuelano tenta, sem sucesso, restabelecer ligações com EUA

U.S. President Donald Trump speaks on the phone with Vladimir Putin, Russia's president, during the first official phone talks in the Oval Office of the White House in Washington, D.C. on Saturday, Jan. 28, 2017.(Pete Marovich/Bloomberg/Getty Images)

Após saber que o presidente dos EUA, Donald Trump, cogita usar força militar para restaurar a democracia e os direitos civis na Venezuela, o ditador venezuelano Nicolás Maduro tentou conversar por telefone e teve a chamada recusada.

“Hoje, Nicolás Maduro solicitou uma conversa telefônica com o presidente Trump. Trump ficará feliz de conversar com o líder da Venezuela, assim que a democracia for restaurada nesse país”, disse um comunicado da assessoria de imprensa da Casa Branca.

Trump já havia se posicionado pela realização de eleições justas na Venezuela, bem como pela libertação de presos políticos e fim das repressões à população. Na ocasião Maduro fez pouco caso.

Esta semana, após saber que corre o risco de ter que enfrentar o poderia bélico norte-americano, Maduro declarou a intenção de normalizar as relações políticas com os Estados Unidos durante um pronunciamento na Assembleia Constituinte.