Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Brasil estreia contra Argentina nesta terça-feira

Brasileiras enfrentarão as argentinas às 19h, em Cali, na Colômbia. Competição é classificatória para o Mundial de 2018

Tandara foi destaque no Grand Prix. (Divulgação/CBV)

De Cali, na Colômbia, Vicente Condorelli

A seleção brasileira feminina de vôlei começará, nesta terça-feira (15.08), a disputa pelo 20º título do Campeonato Sul-Americano. A equipe do treinador José Roberto Guimarães estreará na competição contra a Argentina, às 19h (horário de Brasília), no Coliseo Evangelista Mora, em Cali, na Colômbia. O site www.voleysur.org transmitirá ao vivo. O campeão da competição garantirá vaga no Mundial de 2018, no Japão.

O Brasil é o maior vencedor na história do Sul-Americano com 19 títulos e venceu as últimas 11 edições da competição. Essa edição será disputada por Brasil, Argentina, Peru, Colômbia, Venezuela e Chile. No Sul-Americano, em Cali, todas as equipes se enfrentarão e a seleção que conseguir o maior número de vitórias ficará com o título.

O Brasil disputará o Sul-Americano com as levantadoras Roberta e Macris, as opostas Tandara e Monique, as ponteiras Natália, Rosamaria, Amanda e Drussyla, as centrais Adenízia, Bia, Carol e Mara e as líberos Gabi e Suelen. A ponteira Gabi, que se integrou à seleção feminina na última quinta-feira, treinará com o grupo na Colômbia como preparação para a Copa dos Campeões, no Japão.

A ponteira Natália comentou sobre a expectativa para a disputa do Sul-Americano e a estreia contra a Argentina.

“A Argentina evoluiu bastante nos últimos anos. Não enfrentamos a equipe delas nessa temporada, mas sabemos que elas tiveram uma boa participação no Montreux Volley Masters quando chegaram à semifinal. É um time que vamos precisar tomar todo o cuidado possível. Temos que entrar em quadra concentradas e focadas no nosso objetivo que é conseguir a vaga para o Mundial”, disse Natália.

A oposta Tandara também falou da importância do Sul-Americano nessa temporada.

“Sabemos da nossa responsabilidade e de quanto as equipes sul-americanas evoluíram nos últimos anos. Essa geração da Argentina tem dado bastante trabalho e teremos que impor o nosso ritmo desde o começo da partida. Chegamos mais fortes para esse campeonato depois da conquista do Grand Prix”, explicou Tandara.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise sobre o duelo com a Argentina.

“É um time que evoluiu desde a participação no torneio de Montreux. Elas têm jogadoras que atuaram no voleibol brasileiro e conhecem o nosso time. A expectativa é de um jogo duro. É o campeonato mais importante do ano para o nosso time e a concentração tem que ser total. Vale a classificação para o Mundial e precisamos apresentar uma regularidade melhor”, afirmou José Roberto Guimarães.

Nesta temporada, a seleção feminina já conquistou o título das duas competições que disputou até o momento, o Montreux Volley Masters e o Grand Prix.

TABELA DO SUL-AMERICANO FEMININO

15.08 (TERÇA-FEIRA) – Brasil x Argentina, às 19h (Horário de Brasília)
16.08 (QUARTA-FEIRA) – Brasil x Venezuela, às 17h (Horário de Brasília)
17.08 (QUINTA-FEIRA) – Brasil x Chile, às 19h (Horário de Brasília)
18.08 (SEXTA-FEIRA) – Brasil x Peru, às 19h (Horário de Brasília)
19.08 (SÁBADO) – Brasil x Colômbia, às 17h30 (Horário de Brasília)