Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Lava Jato apura negócio criminoso que beneficiaria PT e PMDB

Partidos receberiam 40% cada dos desvios de contratos com a Petrobras; o ex-deputado Cândido Vaccarezza (PT) e o senador Edison Lobão (PMDB) são citados

O senador Edison Lobão (PMDB-MA) é um dos citados nas investigações da Polícia Federal (PF) (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Operação Lava Jato encontrou um documento com “diretrizes” para criação de uma empresa, denominada “Brasil Trade”, que pode ser a formatação de uma sociedade entre corruptos, corruptores e operadores de propinas, responsáveis por desvios em contratos com a Petrobras, que beneficiaria o PT e o PMDB: 40% para cada um dos partidos.

O achado faz parte da 45ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta quarta-feira. Batizada de Operação Abate II, a Polícia Federal (PF) fez buscas e apreensões em endereços dos advogados Tiago Cedraz Leite de Oliveira — filho do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Aroldo Cedraz – de Sergio Tourinho Dantas e de Ana Claudia de Paula Albuquerque, uma ex-assessora do ex-deputado federal Cândido Vaccarezza (ex-PT) .