Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Ministro Sarney Filho deve trocar PV pelo PSD

Objetivo é buscar legenda para disputar o Senado

Foto: Reprodução

Sarney Filho (Meio Ambiente) e Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), ministros do governo Temer, devem mudar de partido nas próximas semanas. O objetivo dos dois da articulação é garantir uma vaga na chapa majoritária em seus Estados.

O objetivo de Sarney Filho é sair como candidato ao Senado pela nova legenda. Filiado ao PV desde 2005, Sarney Filho é deputado licenciado. O maranhense negocia com o PSD.

O ministro já conversou com Gilberto Kassab, líder do PSD. “Ele tem uma boa relação com o PSD local e nacional”, afirmou Kassab à reportagem. No Estado, o PSD é comandado por Cláudio Trinchão, que foi secretário da Fazenda do governo Roseana Sarney.

O ministro também chegou a procurar o DEM. No Estado, porém, a silga já fechou apoio à candidatura ao Senado do deputado José Reinaldo, que deve sair do PSB. “Estamos fechados com José Reinaldo”, disse o presidente do DEM, senador José Agripino (RN).

Imbassahy negocia a migração para o DEM, partido ao qual era filiado antes de entrar no PSDB. O tucano tenta garantir sua candidatura ao Senado na chapa do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), que deve disputar o governo da Bahia contra o atual governador, Rui Costa (PT).

A janela para políticos mudarem de partido livremente, sem risco de perda do mandato parlamentar, está prevista para março e abril. Mas, na bancada tucana na Câmara, a expectativa é de que o ministro possa anunciar sua desfiliação antes.