Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sistema Italuís vai ampliar em 35% abastecimento para 600 mil pessoas em São Luís

Para garantir o fim das interrupções de abastecimento, a nova adutora foi construída com estrutura de aço de 1.400 mm em substituição à antiga

Foto: Reprodução

Engenheiros e técnicos da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) fazem os últimos ajustes para implantação da Nova Adutora do Sistema Italuís. Além de ampliar em até 35% a vazão na distribuição de água de São Luís, a obra colocará fim aos rompimentos que causam interrupções no abastecimento da cidade.

O Novo Sistema Italuís sana gargalos históricos de abastecimento na capital maranhense. A complexidade da obra envolve a substituição de mais de 20 quilômetros de tubulação na região do Campo de Perizes e implantação de ponte de sustentação (treliça), além de elevação da estrutura, evitando contato da tubulação com estuário de cunha salina (um ambiente aquático de transição entre um rio e o mar), comum na área.

Para garantir o fim das interrupções de abastecimento, a nova adutora foi construída com estrutura de aço de 1.400 mm em substituição à antiga, construída em ferro fundido de 1.200 mm e com boa parte da estrutura já degradada.

A nova adutora conta também com novos mecanismos para manutenção, que permitem reparos na estrutura, acabando com a necessidade de interromper o abastecimento da população por longo período.

“O novo Italuís, vai garantir o aumento significativo de vazão do volume de água na capital maranhense.  A população sentirá uma mudança significativa, com áreas que passarão a ter abastecimento por 24 horas ininterruptas, caso do Centro da cidade, onde ainda há trechos com certa interrupção na regularidade”, explica o presidente da Caema, Carlos Rogério.

A Caema explica que, para a implantação do novo sistema, será necessário fazer interrupção pontual do abastecimento. Isso vai garantir transição da antiga para a nova adutora, o que trará benefícios em curto, médio e longo prazos.

O Novo Italuís em números

População beneficiada: 600 mil pessoas
Aumento de vazão para São Luís: 35% a mais em relação à antiga adutora
Distribuição:  500 litros a mais por segundo
Extensão da obra: 20 km de instalação de nova tubulação de aço em substituição à antiga, de aço.
Vida útil da nova tubulação: pelo menos 40 anos