Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Brasil x Equador: em Porto Alegre, seleção ‘estreia’ na Copa

Já classificado ao Mundial da Rússia, time espera manter boa fase e 100% de aproveitamento com Tite no jogo desta noite, na Arena do Grêmio.

No primeiro turno, Gabriel Jesus foi o destaque em sua estreia (JUAN CEVALLOS/AFP)

A seleção brasileira foi a primeira a se classificar à Copa do Mundo de 2018, com quatro rodadas de antecedência nas Eliminatórias Sul-Americanas. A façanha, porém, não será motivo para relaxamento. Ao menos é o que garante o técnico Tite, que considera a partida desta noite, às 21h45 (de Brasília), diante do Equador, na Arena do Grêmio em Porto Alegre como a estreia do time no Mundial da Rússia.

“A Copa já começou. A seleção tem de ter pressão. Eu quero ver meus atletas pressionados, quero o time jogando bem”, afirmou na prévia o treinador gaúcho, que admitiu a emoção por estrear pela seleção em seu Estado. Curiosamente, Tite fez sua primeira partida pela equipe nacional justamente contra o Equador, há um ano, em vitória por 3 a 0 em Quito. O jogo também marcou a estreia de Gabriel Jesus, que marcou dois gols e assumiu a camisa 9. Na época, o Brasil era o sexto colocado e vivia crise; hoje é líder isolado com 33 pontos e já garantido na Rússia.

Em mais uma coincidência, a seleção terá exatamente a mesma escalação da partida contra os equatorianos no primeiro turno: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda, Marcelo, Casemiro, Paulinho, Renato Augusto, Willian, Neymar e Gabriel Jesus. Isso se deve à ausência de Philippe Coutinho, titular absoluto de Tite nos últimos jogos, mas que perdeu a posição para Willian após semanas turbulentas.

O meia deve trocar o Liverpool pelo Barcelona nos próximos dias e não vem atuando pela equipe inglesa, alegando lesão nas costas – que parece ter curado na seleção. “O Coutinho teve um problema físico e a dimensão disso a gente pode responder depois que ele se apresenta. Eu não falei com o Klopp (técnico do Liverpool) porque eu não sei falar inglês. Mas eu não abriria mão de um atleta do nível do Coutinho. O Willian está bem e por uma questão de justiça vai iniciar o jogo”, disse Tite.

O lateral Marcelo, do Real Madrid, será o capitão da seleção na partida – é o 10º jogador a entrar no rodízio de braçadeira de Tite, depois de Miranda, Daniel Alves, Neymar, Renato Augusto, Filipe Luís, Fernandinho, Thiago Silva, Philippe Coutinho e Robinho. Contra o Equador, Marcelo ainda retomará a camisa 12, mesmo número com o qual atua no clube espanhol. Ainda há ingressos disponíveis para a partida – os mais baratos a 280 reais.

Equador em perigo

No duelo do primeiro turno, o Brasil era o sexto colocado e o Equador o líder. Um ano depois, a situação se inverteu. Com 20 pontos, o time equatoriano está dois atrás da Argentina, atual quinta colocada, posição que a levaria para a repescagem da Copa.

O Equador terá dois desfalques importantes: o zagueiro Luis Caicedo, do Barcelona de Guayaquil, e o volante Jefferson Orejuela, do Fluminense, estão suspensos. A equipe dirigida pelo técnico Gustavo Quinteros abriu mão do treino de reconhecimento de gramado na Arena do Grêmio nesta quarta e permaneceu concentrada em Viamão, a 30km da capital gaúcha, para tentar surpreender o Brasil.

 

(Veja.com / Autor: Luiz Felipe Castro)