Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Ministério Público apela contra decisão que inocentou Roseana Sarney

Promotor entende que ex-governadora é culpada em escândalos dos precatórios que contou com a participação de Alberto Yousseff.

O Ministério Público do Maranhão decidiu apelar contra a decisão do juiz Clésio Coelho Cunha livrou a ex-governadora Roseana Sarney do caso envolvendo o pagamento de propina pela construtora Constran-UTC. O caso ganhou ampla repercussão após serem apresentadas provas que apontavam membros da sua gestão recebendo suborno para que o estado fizesse pagamentos, os chamados precatórios.

Lindonjonson de Sousa, titular da 28ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, entende que Roseana é culpada e, por conta disso, acionou a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão.

O caso Constran ganhou repercussão nacional após o doleiro Alberto Yousseff, personagem central da Operação Lava Jato, ser preso no Hotel Louzeiros com milhões de reais em uma mala.