Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Brasil estreia contra a Rússia

Atuais campeãs, brasileiras duelarão com as russas às 0h40 da madrugada desta terça-feira, em Tóquio, no Japão.

Natália é uma das armas do Brasil (Divulgação/CBV)

De Tóquio, no Japão, Vicente Condorelli

A seleção brasileira feminina de vôlei começa, na madrugada desta terça-feira (05.09), a luta pelo terceiro título da Copa dos Campeões. A equipe do treinador José Roberto Guimarães, atual campeã, estreará contra a Rússia, às 0h40 (horário de Brasília), em Tóquio, no Japão. Será o primeiro confronto entre as equipes desde a primeira fase dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, quando as brasileiras levaram a melhor por 3 sets a 0.

O Brasil disputará a Copa dos Campeões com as levantadoras Roberta e Naiane, as opostas Tandara e Monique, as ponteiras Natália, Gabi, Rosamaria e Amanda, as centrais Bia, Carol, Mara e Saraelen, e as líberos Suelen e Gabi.

A seleção brasileira feminina de vôlei disputou dois amistosos contra os Estados Unidos como preparação para a Copa dos Campeões, em Anaheim, na Califórnia, com um resultado negativo por 3 sets a 0 e uma vitória por 3 sets a 1.

O treinador José Roberto Guimarães fez uma análise do adversário do Brasil na estreia na Copa dos Campeões.

“A Rússia está com o time diferente em relação ao Grand Prix. Na Copa dos Campeões, elas vão ter duas exímias atacantes de bolas altas, a Goncharova e Kosheleva. O nosso bloqueio e a defesa precisarão ser eficientes para bolas altas. Será um jogo importante para nossa equipe, pois teremos a oportunidade de enfrentar uma das mais tradicionais escolas do voleibol. Vamos precisar de paciência para ajustar a relação entre o bloqueio e a defesa. Isso é a chave para esse jogo, juntamente com o passe e o saque”, explicou José Roberto Guimarães.

A ponteira Natália comentou sobre a expectativa para a partida de estreia do Brasil na Copa dos Campeões.

“A Rússia joga muito com bolas altas e tem um bloqueio pesado. É uma equipe que tem evoluído e tem um grupo jovem. Vamos precisar ter paciência porque sabemos que elas vão atacar por cima do bloqueio. Será muito importante sacarmos bem para quebrarmos o passe delas. O nosso sistema defensivo também precisará ser eficiente. Estamos bem treinadas e focadas em fazer uma boa estreia na Copa dos Campeões”, afirmou Natália.

A ponteira Gabi, que disputará sua primeira competição oficial com a camisa do Brasil desde os Jogos Olímpicos do Rio, ressaltou a importância do saque e da defesa para o jogo contra a Rússia.

“A expectativa é para uma excelente partida. A Rússia trouxe de volta grandes jogadoras como a Kosheleva e a Goncharova. É um outro ritmo de jogo com muitas bolas altas. As russas têm atacantes muito fortes. Sabemos que é um jogo muito importante para começarmos a competição com o pé direito. Vamos precisar sacar e defender muito bem para fazermos uma boa partida”, analisou Gabi.

Nesta temporada, a equipe do treinador José Roberto Guimarães venceu as três competições que disputou, o Montreux Volley Masters, o Grand Prix e o Sul-Americano, que garantiu o Brasil no Mundial de 2018, no Japão.

Copa dos Campeões

Tóquio (Japão)

05.09 (terça-feira) – Brasil x Rússia, às 0h40 (Horário de Brasília)
06.09 (quarta-feira)– Brasil x China, às 0h40 (Horário de Brasília)

Nagoya (Japão)

08.09 (sexta-feira) – Brasil x Japão, às 7h15 (Horário de Brasília)
09.09 (sábado) – Brasil x Coréia do Sul, às 3h40 (Horário de Brasília)
10.09 (domingo) – Brasil x Estados Unidos, às 2h40 (Horário de Brasília)